09 Dez. 2022
Augusta Serrano
Ecos da Planura
09:00-11:00

Segundo o último Boletim Epidemiológico da DGS, tornado público no dia de hoje, 11 de novembro, foram confirmados 3.685 casos de COVID-19 no Alentejo, mais 44 em relação ao dia de ontem.

Neste momento estão registadas, de acordo com o Relatório, 71 mortes na região, mais duas nas últimas 24 horas.

A DGS adianta ainda que "os dados por concelho serão atualizados assim que possível, na sequência da reformulação dos indicadores relativos aos novos casos de COVID-19 pela Direção-Geral da Saúde".

Segundo o último boletim epidemiológico da DGS, até esta quarta-feira, dia 11 de novembro, foram confirmadas 192.172 pessoas infetadas com COVID-19, mais 4.935 em relação ao dia 10.

Foram também registados um total de 3.103 óbitos, mais 82 em relação ao dia de ontem. O número de pessoas recuperadas passa a 110.353 mais 3.475 nas últimas 24 horas.

Neste momento estão 2.785 pessoas internadas devido à COVID-19, das quais 391 nos Cuidados Intensivos. 89.107 pessoas estão em vigilância pelas Autoridades de Saúde.

De acordo com a Direção-Geral de Saúde, estão registados 78.716 casos ativos de COVID-19 em Portugal.

A MARÉ, SA – Centro Logístico de Évora, empresa pública que conta entre os seus acionistas a Câmara Municipal de Évora e a SIMAB, SA, do universo Parpública, concluiu um novo investimento para reforçar as suas infraestruturas na área da distribuição logística e postal, bem como receber um novo operador na área da engenharia e consultoria.

Com um investimento de cerca de 110 mil euros vai ser possível à DPD Portugal, uma das maiores empresas mundiais de prestação de serviços postais e entrega de mercadorias, ter acesso a um pavilhão amplo e requalificado para o aumento da sua capacidade de distribuição.

Paralelamente, o MARÉ recebe mais uma empresa, a António Luís Godinho Alves – Engenharia e Consultoria, LDA, que vai atuar nas áreas de construção e projetos de arquitetura, dando origem a mais 5 postos de trabalho no interior deste centro logístico.

Recorde-se que recentemente a MARÉ apresentou recentemente um resultado líquido de 14%, superior a igual período do ano passado, reforçando-se como uma empresa maioritariamente pública sem dívida financeira.

Outras das atuações deste centro logístico tem sido na prevenção à Covid 19, fator que tem originado um reforço das medidas de prevenção e sensibilização junto dos mais de meia centena dos seus operadores.

O Mercado Abastecedor da Região de Évora é responsável pelo abastecimento a mais de meio milhão de habitantes e surge da união de entidades como a Associação dos Operadores do Mercado Abastecedor de Évora, a Associação dos Agricultores do distrito de Évora, a Federação Nacional das Cooperativas Agrícolas de Produção e o Centro de Inovação Empresarial do Alentejo.

Portugal está em Estado de Emergência desde o dia 9 de novembro e estão em vigor regras mais restritivas, com intuito de combater a evolução da pandemia COVID-19 no país, entre as quais a proibição de circulação na via pública entre as 23h00 e as 05h00 em dias de semana e a partir das 13h00 aos sábados e domingos. Esta medida aplica-se exclusivamente aos 121 concelhos com risco elevado de transmissão da COVID-19. Os concelhos do distrito de Évora abrangidos por esta medida são Borba, Estremoz, Redondo, Viana do Alentejo e Vila Viçosa.

Face a estas normas restritivas, o Arcebispo de Évora, D. Francisco Senra Coelho, anunciou que deve ser suspensas, nos concelhos da Arquiodese abrangidos por esta medida, toda a atividade pastoral nas tardes de sábado e domingo e que “atendendo à necessidade de proporcionar aos cidadãos a possibilidade de participação na Eucaristia Dominical”, cada pároco deverá, “se possível e pastoralmente aconselhado”, celebrar, a título excecional “e enquanto a situação se mantiver” as Eucaristias Vespertinas Dominicais nas manhãs de sábado.

“Esta situação, dada a sua gravidade, requer de todos nós um sentido de responsabilidade. Aproveitamos, pois, para colaborar ativamente para que seja defendida a vida, a saúde e a segurança de todos”, apela D. Francisco Senra Coelho.

Apresentamos o comunicado do Arcebispo de Évora na íntegra:

A Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA) atualizou esta quarta-feira, dia 11 de novembro, a situação epidemiológica COVID-19 no distrito de Portalegre.

Segundo os dados divulgados, o distrito de Portalegre regista 263 casos ativos de COVID-19, mais 41 em relação à última atualização feita pela ULSNA, no dia de ontem.

A ULSNA adianta ainda que estão 17 pessoas internadas devido ao novo coronavírus (mais três em relação ao dia 10) e que foram efetuados 22.423 testes até ao momento.

Registam-se 289 casos recuperados no distrito, mais 14 em relação ao dia de ontem, e contabilizam-se dois óbitos provocado pela pandemia.

Apresentamos os dados por concelho, segundo a informação disponibilizada pela ULSNA:

CONCELHOS

CASOS CONFIRMADOS

CASOS ATIVOS

Alter do Chão

12

5

Arronches

21

21

Avis

29

Sem informação

Campo Maior

51

29

Castelo de Vide

14

Sem informação

Crato

15

9

Elvas

115

50

Fronteira

7

3

Gavião

16

6

Marvão

21

5

Monforte

25

17

Nisa

5

3

Ponte de Sor

64

36

Portalegre

141

69

Sousel

18

7

 

De acordo com a ULSNA, os dados divulgados correspondem ao apuramento das últimas 24 horas e não são divulgados números inferiores a três casos por concelho. Pode consultar os dados da ULSNA aqui

Encontrar o vinho e o azeite ideal para acompanhar cada iguaria natalícia pode não ser tarefa fácil. Entre as castas, os aromas e a profundidade do vinho, as variedades de azeitona e sabores do azeite, são inúmeras as variáveis que devem ser consideradas no processo de hamornização. Com isto em mente, a Fundação Eugénio de Almeida deixa algumas sugestões de vinhos e azeites que podem não só enriquecer a ceia de Natal, como também traduzir-se nos presentes perfeitos para familiares e amigos.

Para acompanhar o típico bacalhau ou polvo cozido da consoada de Natal, servido com ovo, batata e couve portuguesa,  propõe-se um Pêra-Manca branco, de 2017, com uma cor citrina e um aroma frutado persistente, fino e complexo (59,99€) e o azeite EA 500ml, fresco, equilibrado, com aromas de azeitonas verdes e maduras, e notas marcadas de alfarroba e frutos secos (3,85€).

Já para degustar juntamente com o perú assado com creme de castanhas, sugere-se um Tapada do Chaves branco, de 2018, com aroma intenso e rico em fruta fresca, e notas elegantes de flor de laranjeira (21€), que também combina na perfeição com o azeite EA.

Para o leitão, borrego ou porco, com legumes e batata cozida, recomenda-se um Vinho Tinto de Talha Biológico Cartuxa, de 2017, elaborado em antigas talhas de barro, mais austero e rústico, com um aroma exuberante a framboesa e amora em compota, caruma e ervas aromáticas secas (64,99€).

Se o prato de carne for antes cabrito assado, poderá ser acompanhado por um Cartuxa Colheita Tinto, de 2016, com boa estrutura, elegante, combinando os aromas das castas utilizadas e um sabor persistente e complexo (19,99€).

Os vinhos da Fundação Eugénio de Almeida podem também acompanhar diversas sobremesas, tornando a experiência gastronómica ainda mais agradável. As fatias douradas harmonizam bem com um Tapada do Chaves Tinto Reserva, de 2014, no qual dominam os frutos silvestres e a fruta preta, com suaves notas fumadas (28€), e as azevias com o Foral de Évora Tinto, de 2018, muito frutado, que apresenta grande concentração e exuberância próprias da juventude (12,98€). Para o pão de ló acompanhado com queijo da Serra sugere-se um Cartuxa Tinto Reserva, de 2015, elegante, persistente e complexo (44,99€), e para o bolo rei, uma boa opção será juntá-lo ao Cartuxa Colheita Tinto, de 2016.

Todos os produtos encontram-se disponíveis na loja online da Cartuxa (https://loja.cartuxa.pt/), na loja online da Tapada do Chaves (http://www.tapadadochaves.pt/shop) e na Enoteca da Cartuxa, em Évora.

(Fonte: Fundação Eugénio de Almeida)

O Núcleo de Proteção Ambiental da GNR apreendeu, no passado dia 10 de novembro, 1.985 quilos de pinhas mansas, Pinus Pinea, em duas ações distintas, no concelho de Grândola.

De acordo com o comunicado do Comando Territorial de Setúbal, na primeira ação, os militares intercetaram e detiveram dois indivíduos, de 38 e 41 anos, por furto de pinhas, na freguesia de Melides, tendo já na sua posse dois sacos com 15 quilos de pinhas. No decorrer das diligências policiais, foi realizada uma busca domiciliária que permitiu apreender 270 quilos de pinhas, 12 doses de haxixe e quatro armas brancas.

Os suspeitos foram detidos e constituídos arguidos, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Grândola.

Na segunda ação, os militares detetaram seis pessoas a apanhar pinhas mansas fora do período de colheita permitido, a pedido do proprietário da herdade.

Foi elaborado um auto de contraordenação e apreendidos 1.700 quilos de pinhas mansas, tendo os factos sido remetidos ao Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF). 

Decorreu esta terça-feira a cerimónia do Compromisso de Honra dos novos militares do 42º Curso de Formação de Guardas do Centro de Formação de Portalegre, que contou com a presença do Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, do Comandante-General da Guarda Nacional Republicana, Tenente-general Rui Clero, da Presidente da Câmara Municipal de Portalegre, Adelaide Teixeira, e do deputado portalegrense, Luís Moreira Testa.

 

Veja aqui a reportagem na íntegra:

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31