19 junho, 2019
Augusta Serrano
Notícias
17:00-19:30

No próximo dia 21 de junho (sexta-feira) a Adega Mayor dá as boas-vindas ao Verão e convida a abrir os sentidos e a celebrar um Dia Mayor.

Num evento de programação especial e de entrada gratuita, a Adega Mayor abre as suas portas logo às 7h00 e convida para um amanhecer em Voo de Balão cativo, abrindo os sentidos às maravilhosas planícies alentejanas de Campo Maior.

Ainda de manhã, às 10h00, é tempo de descobrir uma “Perspetiva Mayor”, instantes que  revelam os recantos da primeira Adega de autor em Portugal, criação do Arquiteto Siza Vieira, num Workshop de Fotografia. De seguida, às 12h00, tem início o Workshop Vínico, uma introdução ao mundo dos vinhos através de uma viagem ao mundo dos aromas. Para os mais novos está programado uma sessão de Bottle Painting, onde as garrafas assumem o papel de uma tela em branco.

Às 15h00 e com o sol em todo o seu esplendor, é tempo para uma Prova Comentada, e às 17h00, a Adega Mayor convida a desafiar limites experimentando um Salto Negativo, uma explosão de adrenalina garantida e a certeza de uma experiência inesquecível.

Ao final da tarde e até ao pôr-do-sol, o convite é para abrir os sentidos e apreciar a vista no terraço da Adega Mayor, num Sunset inesquecível ao som de um set de DJ dedicado a todos os que gostam de desfrutar os momentos únicos e memoráveis.

Abra os sentidos ao verão e venha celebrar com a Adega Mayor as cores, sons e sabores deste Dia Mayor.

5 crimes contra as pessoas, 3 despistes e 78 contraordenações, foram algumas das ocorrências registadas pela GNR esta terça-feira, dia 18 de junho, no distrito de Évora.

Segundo o Comando Territorial foram registados 4 acidentes de viação, sendo 1 colisão e 3 despistes.

Foram registados 2 incêndios, tendo ardido um total de 650 m2 de pasto e 8 oliveiras.

No âmbito da criminalidade foram registadas 9 ocorrências, sendo 5 crimes contra as pessoas, 3 crimes contra o património e 1 crimes contra a vida em sociedade.

Foi detido 1 cidadão em cumprimento de mandato de detenção pelo crime de violência doméstica, na localidade de Santa Susana (Redondo).

No que respeita a contraordenações foram registadas 78 infrações rodoviárias, 1 à legislação policial e 1 à legislação ambiental.

O despiste de um veículo pesado de mercadorias, esta terça feira 18 de junho, provocou um ferido ligeiro.

O despiste ocorreu na estrada nacional 4 (EN$), entre Vila Boim e Elvas.

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) de Portalegre, o alerta foi dado pelas 21H57.

Segundo a mesma fonte após o despiste, o veículo acabou por perder a carga na via.

Do acidente há a registar um ferido ligeiro, o condutor do pesado, um homem com cerca de 40 anos de idade.

O trânsito ficou condicionado no sentido Vila Boim – Elvas.

Ainda segundo o CDOS para o local foram mobilizados 23 operacionais, apoiados por 3 veículos, entre Guarda Nacional Republicana e Bombeiros de Elvas.

Ao que tudo indica será no final deste mês, Junho, que vai nascer a terceira praia fluvial do grade lago de Alqueva, a praia da Amieira, que terá cerca de 4 500 metros quadrados de relva e um areal de 18 000 mil metros quadrados, com equipamentos de apoio e lazer, acesso a utentes com mobilidade reduzida.

A concretização deste projeto começou no ano passado, quando a edilidade portelense e a e a Secretaria de Estado do Turismo assinaram um contrato de financiamento para a construção da praia, da Amieira, na ordem dos 600 mil euros.

A praia da Amieira terá um centro de educação ambiental, zona de sombra, um posto médico e de socorros a náufragos, instalações sanitárias, zona balnear com areia e com relva, com acessibilidade a pessoas com mobilidade reduzida e um bar, esta praia possui ainda a particularidade de ficar bem junto a Amieira o que terá um maior impacto e atratividade para os veraneantes.

Encontram-se em fase de conceção, no atelier da artesã local Maria Denis Galucho, uma série de pendões identitários do Município de Lisboa, suportados pelo adorno da arte impar do trabalho artesanal de aplicações de feltro, características das mais antigas formas de bordar em Nisa.

Em nota de imprensa chegada à nossa redação, a Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo realiza no próximo dia 25 de junho, as relevantes Cerimónias, as quais contam com a presença da Senhora Secretária de Estado do Turismo, Dr.ª Ana Mendes Godinho.

Certificação do Destino - Entrega de Certificados de “Certificação Biosphere” a 38 hotéis da Região.

Local – Convento do Espinheiro, Historic Hotel & Spa - Évora.

Rede de Apoio ao Autocaravanismo - Assinatura dos Contratos com 27 Municípios.

Convento do Espinheiro, Historic Hotel & Spa - Évora.

Inauguração do Projeto de Acessibilidades do Colégio do Espírito Santo.

Local – Universidade de Évora.

 

A Santa Casa da Misericórdia de Borba assinalou esta terça-feira (18 de junho) o seu 495º aniversário, com uma festa que contou com atuações das crianças da Creche e Jardim de Infância, a Tuna da Universidade Sénior e o Grupo Coral Voz do Alentejo da Quinta do Conde.

A Campanário esteve presente e falou com Rui Bacalhau, provedor da Santa Casa da Misericórdia de Borba, que declara que “são 495 anos de história de uma instituição”, ao longo dos quais “teve períodos bons, períodos maus, passou por crises”.

Há 495 anos, como resultado da vontade de “um conjunto de pessoas que pediu à coroa régia que lhe fosse concedido o estatuto de Misericórdia”, surgiu “esta magnífica instituição”, “e um conjunto de borbenses, quase 470 anos depois, também se lembrou de desenvolver essa mesma instituição”.

O Provedor afirma que há cerca de 20 anos preconizaram o desígnio de não desperdiçar a oportunidade de “ficar nesta história”, e decidiram agarrar um projeto que dinamizasse a Misericórdia e os colocasse “no livro da história da Misericórdia, e assim aconteceu”.

“Penso que estes 20 anos marcam a história da Misericórdia de Borba”
Rui Bacalhau

Nestes 20 anos, a Misericórdia passou de 60 trabalhadores para cerca de 160, transformando-se na segunda maior entidade empregadora depois do Município, e passou de cerca de 200 utentes para 700.

Nesta data, aponta, “é justo recordar que a Misericórdia não é de agora […] mas também que houve um grupo de homens que nos últimos 19 anos tentou dignifica-la, dinamizá-la, tentou diferenciá-la e tentou criar condições para ela ser melhor, pioneira e inovadora”.

“A Misericórdia de Borba hoje carateriza-se por ser uma revelação constante”
Rui Bacalhau

Isto resulta de uma simbiose entre os utentes, “que são o primórdio desta instituição”, as suas famílias, os colaboradores, que são uma “peça fulcral”, e os órgãos sociais “que definem estratégias e que rumo deve a instituição seguir”.

“Passados estes anos sentimos que é este projeto é um caso de sucesso, reconhecido em todo o país e que todo o país tem como referência”, declara.

Questionado sobre possível crescimento da instituição, avança que numa lógica de futuro adquiriram “terrenos anexos à Aldeia Social para os órgãos socias futuros poderem desenvolver a instituição”, estando criadas “as condições para um futuro próspero e mesas subsequentes poderem ter os horizontes bastante alargados”

No que concerne a projetos a mais curto prazo, aponta que a Unidade Móvel de Fisioterapia e de Animação Social que entrou em funcionamento no final de maio, “tem sido um sucesso e as pessoas reconhecem a sua utilidade”.

As obras de remodelação da Estrutura Residencial para Idosos (ERPI) Humberto Silveira Fernandes, situado na Aldeia Social da Misericórdia de Borba, encontra-se quase concluída, a cerca de 60%, pretendendo que seja inaugurada ainda este ano.

 

Deflagrou esta terça feira, 18 de junho, um incêndio bem perto de Fronteira no distrito de Portalegre.

Segundo o Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) de Portalegre o alerta para o incendio de natureza agrícola foi dado pelas 17H05.

Ainda segundo a mesma fonte no local encontram-se 42 operacionais de diferentes corporações, sendo apoiados por 10 viaturas e 1 meio aéreo.

Após a inauguração do Centro Interpretativo dos Almendres, no passado sábado 15 de junho, o presidente da Câmara Municipal de Évora anunciou o acordo com os proprietários dos terrenos, onde se encontra o monumento megalítico, que irá permitir uma melhor gestão e preservação do mesmo.

Carlos Pinto de Sá anuncia aos nossos microfones que “chegámos a acordo com os proprietários dos Almendres”, especificando depois que “iremos fazer um contrato que irá permitir que tenhamos uma gestão e outra atenção relativamente ao cromeleque”.

O autarca explica que “estes monumentos têm um estatuto próprio”, uma vez que “são monumentos nacionais, logo o estado tem responsabilidade, mas por outro lado estão em terrenos privados, o que motiva sempre uma situação de intervenção da duas entidades, o proprietário e o interesse público que é representado pelo estado”.

“Os proprietários fizeram o seu trabalho, agora somos nós que temos de garantir a salvaguarda do monumento”
Carlos Pinto de Sá

Um processo que durou vários anos, chega assim ao acordo desejado, levando Carlos Pinto de Sá a referir que o mesmo “tem de se valorizar”, acrescentando que “os proprietários fizeram o seu trabalho ao longo destes anos, agora somos nós que temos que garantir que o interesse público do monumento é salvaguardado”.

Carlos Pinto de Sá refere ainda a “importância na existência de um plano de gestão do Cromeleque dos Almendres”, permitindo assim “preservar e desenvolver o monumento associando-o ao desenvolvimento da própria freguesia”.

O Dia do Porto de Sines foi estabelecido pela APS, S.A., com o objetivo de abrir o porto e a sua componente operacional à sociedade envolvente, com particular incidência sobre as escolas.

O evento tem lugar anualmente no dia 19 de junho, o dia da publicação do Decreto-Lei n.º 270/71, que constituiu o Gabinete da Área de Sines que foi o início de todo o processo.

Pretende-se que este seja um dia diferente, em que os participantes podem aceder a áreas que normalmente não estão abertas ao público, sendo possível conhecer o quotidiano de uma infraestrutura portuária de cariz internacional, como o Porto de Sines.

O programa deste ano compreende três momentos:

Passeio ‘HippoTrip’ | 11h30 - 16h00

Visita aos Terminais Portuários por terra e mar em veículo anfíbio. A lotação é limitada e a inscrição é obrigatória em www.apsinesalgarve.pt.

Animação para crianças | 11h30 - 18h00

Insufláveis, trampolins, Air Bungee e muitas diversões na Avenida Vasco da Gama, junto ao pontal. Um dia de divertimento para os mais pequenos!

Corrida ‘Porto de Sines’ | 20h00

A correr ou a caminhar percorra as vias internas do porto e da parte histórica da cidade. Inscrições obrigatórias em www.acorrer.pt

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Junho 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30