Um incêndio deflagrou no posto da Guarda Nacional Republicana de Sousel, durante a manhã desta terça feira (21 de janeiro).

Segundo o CDOS de Portalegre, o incêncio teve inicio pelas 10H13, na chaminé do posto da GNR.

Informa a mesma fonte que o incêndio provocou ferimentos leves (por inalação de fumos) a um dos militares que se encontrava de serviço.

O militar foi assistido no local e posteriormente transportado para o Hospital de Portalegre.

Para o local foram mobilizados os Bombeiros de Sousel, num total de 7 operacionais, sendo apoiados por 2 viaturas.

 

O despiste de um camião, durante a manhã desta terça feira (21 de janeiro), provocou um ferido, perto do Vimieiro.

Segundo o CDOS de Évora o alerta para o acidente foi dado pelas 09H19, tendo o mesmo ocorrido na EN4 perto de Vimieiro.

Informa ainda a mesma fonte que o ferido, o condutor do veículo pesado, foi assistido no local e transportado ao Hospital de Èvora.

Para o local foram mobilizados os Bombeiros de Arraiolos e a GNR, num total de 4 operacionais, sendo apoiados por 2 viaturas.

 

Conforme noticiado anteriormente pela Rádio Campanário, Pardais irá receber a 3ª edição da Feira da Laranja de Pardais, entre os dias 26 e 29 de março.

Neste sentido a RC falou com Inácio Esperança, presidente da Junta de Freguesia de Pardais, que considera o certame “a oportunidade de divulgar a laranja de Pardais e a freguesia”.

Segundo o presidente “a novidade deste ano” é o aumento do certame, referindo que “vamos contar com mais expositores, vamos ter mais um restaurante e apostámos também em mais animação”.

Inácio Esperança deseja que “as pessoas adiram e que seja uma boa promoção da laranja, das quintas, da freguesia e do concelho de Vila Viçosa”.

“Pretendemos promover a Laranja, as quintas, Pardais e o concelho”
Inácio Esperança

 

Questionado pela RC sobre a proveniência dos expositores Inácio Esperança refere que “são maioritariamente da freguesia e do concelho”, no entanto, “temos também expositores do Alandroal, que trazem produtos como os licores e mel”.

A animação musical também já é tradição do certame, sendo que “a animação tem por base a música tradicional portuguesa”. O presidente declara que “iremos divulgar o cante alentejano e grupos de música popular”.

O presidente adianta que irão atuar “o grupo Voz Amiga da Terrugem, um acordeonista de renome, Jorge Gomes a abrir o baile, Miguel Bravo e ainda alguns jovens do concelho, pois temos de dar oportunidades aos mais novos”.

 Questionado sobre a eventualidade de estar a ser preparada alguma surpresa, como aconteceu na edição de 2019, com o desfile de noivas, Inácio Esperança refere que “estamos a trabalhar para que exista alguma surpresa, não vai ser novamente o desfile de noivas, mas estamos a tentar que exista a participação da população de Pardais com mais um desfile, não de noivas, mas estamos a trabalhar em algo”.

Em termos de apoios, o presidente explica que “este certame resulta do contrato de delegação de competências com Câmara Municipal de Vila Viçosa, que contribuí com uma verba de 5 mil euros, o restante fica a cargo da Junta de Freguesia e de alguma candidatura que consigamos fazer”.

Inácio Esperança lembra que “temos também uma parceria com o Ministério da Agricultura, através da Direção Regional de Agricultura” e também “algumas parcerias com as outras Juntas de Freguesia do concelho, que têm participado e apoiado esta iniciativa”.

Inácio Esperança refere que “lançamos a proposta de cada uma das Juntas ter o seu dia no certame, caso aceitem na sexta feira será o dia de Conceição e São Bartolomeu, sábado de Bencatel, e domingo de Ciladas”.

O Grupo Hoteleiro Vila Galé vai investir 1,5 milhões de euros na idealização de uma fábrica para tratamento e transformação das frutas que produz nas herdades que possuí no Alentejo.

Há vários anos que o grupo produz frutas em várias herdades no concelho de Beja, através da empresa SV Frutas, sendo que, agora será investido 1,5 milhões de euros para a construção de uma nova central.

A fábrica estará dividida entre a parte onde será feita a limpeza, calibragem e embalagem das frutas e na outra será realizada a transformação dos produtos, em compotas, geleias ou fruta desidratada.

A partir do dia de hoje, dia 21 de janeiro, a exposição de fotografia itinerante “Terra de Sonhos”, de Cristina García Rodero, vai estar presente no Largo da Conceição, junto ao Museu Regional de Beja.

A inauguração está marcada para 15H30 e foi promovida pela Fundação La Caixa e BPI, em conjunto com a Câmara de Beja, com o objetivo de dar voz às mulheres das comunidades rurais de Anantapur e frisar o seu poder na transformação das comunidades.

Para a cerimónia de inauguração, a autora das fotografias, Cristina García Rodero, os vereadores da Câmara de Beja Arlindo Morais e Marisa Saturnino, assim como o administrador-executivo do BPI e José Pena do Amaral.

 

O Comando Territorial de Portalegre, através do Destacamento de Trânsito de Portalegre, dia 20 de janeiro, deteve um homem de 40 anos, pelo crime de condução perigosa de veículo, no distrito de Portalegre.

Durante uma ação de patrulhamento, os militares foram alertados para um veículo com matrícula estrangeira que tinha abastecido na área de serviço de Vila Velha de Rodão - Auto Estrada 23, colocando-se em fuga sem fazer o respetivo pagamento.

Os militares posicionaram-se nos principais eixos rodoviários de entrada na zona norte do distrito, a fim de intercetarem o veículo em questão, que, ao aperceber-se da presença da GNR, colocou-se em fuga, violando várias regras de trânsito e de circulação rodoviária, ao longo de vários quilómetros, tendo sido intercetado no IP2, junto ao entroncamento para Vaiamonte.

O condutor foi detido, constituído arguido e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Portalegre.

Esta ação contou com o reforço do Posto Territorial de Monforte, Portalegre e da Polícia de Segurança Pública.

O Comando Territorial de Portalegre, através do Destacamento de Trânsito de Portalegre, dia 20 de janeiro, deteve um homem de 40 anos, pelo crime de condução perigosa de veículo, no distrito de Portalegre.

Durante uma ação de patrulhamento, os militares foram alertados para um veículo com matrícula estrangeira que tinha abastecido na área de serviço de Vila Velha de Rodão - Auto Estrada 23, colocando-se em fuga sem fazer o respetivo pagamento.

Os militares posicionaram-se nos principais eixos rodoviários de entrada na zona norte do distrito, a fim de intercetarem o veículo em questão, que, ao aperceber-se da presença da GNR, colocou-se em fuga, violando várias regras de trânsito e de circulação rodoviária, ao longo de vários quilómetros, tendo sido intercetado no IP2, junto ao entroncamento para Vaiamonte.

O condutor foi detido, constituído arguido e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Portalegre.

Esta ação contou com o reforço do Posto Territorial de Monforte, Portalegre e da Polícia de Segurança Pública.

91 infrações rodoviárias, 3 acidentes e 2 incêndios, foram algumas das ocorrências registadas pela GNR durante esta segunda feira, 20 de janeiro, na área de responsabilidade do Comando Territorial de Évora.

Segundo o Comando Territorial ocorreram 3 acidentes de viação, sendo 2 colisões e 1 despiste, dos quais resultaram danos materiais.   

Foram registados 2 incêndios urbanos, sendo 1 em contentor de lixo e 1 em habitação, dos quais resultaram danos materiais e 2 feridos leves.   

No âmbito da criminalidade foram registadas 9 ocorrências, sendo 3 crime contra as pessoas, 2 criems contra o património, 2 crimes previstos em legislação avulsa. 1 crime contra a vida em sociedade e 1 crime de maus tratos a animais de companhia.

Foi ainda executado um mandato de detenção no âmbito de 1 crime de violência doméstica.

No que respeita a contraordenações foram registadas 91 infrações rodoviárias e 2 contra a legislação policial.

Flamingo Verde é um projeto desenvolvido por 15 empresas, das quais o Resilient Group, o Banco ABN Amro, a empresa dinamarquesa de turbinas eólicas Vestas, a EDP e a Galp.

Este projeto visa produzir hidrogénio a partir de fontes renováveis em Portugal para depois ser exportado para o norte da Europa, nomeadamente os Países Baixos e constituí um investimento de 3,500M de euros.

O Flamingo Verde terá a capacidade de produzir 465 mil toneladas de hidrogénio por ano, eliminando a emissão de 18,6 milhões de toneladas anualmente.

As propostas para obter financiamento europeu têm de ser apresentadas até abril em Bruxelas.

Prevê-se o arranque da obra no final de 2021, ficando localizada em São Torpes, no concelho de Sines e deve criar perto de 1000 postos de trabalho.

Entre as vantagens de Sines para albergar este projeto, está o facto de ser um porto de águas profundas, contar com um complexo industrial químico e elétrico e dispor de mão de obra qualificada.

O FÓRUM DA ENERGIA E CLIMA é uma organização da sociedade civil que juntou membros fundadores de todas as nações pertencentes à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) na promoção de um abraço fraterno da língua portuguesa na luta contra a Crise Climática.

Esta organização internacional junta representantes da sociedade civil de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste, e em 2019, ano da sua constituição, desenhou e preparou a execução dos primeiros projetos em cada um destes Países.

Ao que podemos conhecer até ao momento, esta é a primeira vez que fora do quadro institucional cidadãos dos Países que falam Português se juntaram e criaram uma organização da sociedade civil.

O Lançamento Oficial do Fórum da Energia e Clima ocorrerá no Campus Politécnico de Portalegre no próximo dia 31 de janeiro de 2020 a partir das 09:30 horas.

A sessão fundacional a realizar no auditório do Instituto Politécnico de Portalegre (IPP) contará com intervenções do membro fundador mais jovem, Francisco Veiga Simão, seguido de intervenção do Presidente do Fórum da Energia e Clima, Eng. Ricardo Campos; do Presidente do Instituto Politécnico de Portalegre, Prof. Albano Silva; do Presidente da CCDR Alentejo, Dr. Roberto Grilo; da Presidente da Câmara Municipal de Portalegre. Dra. Adelaide Teixeira; do Deputado da Assembleia Parlamentar da CPLP, Dr. Luis Moreira Testa; e do Ministro do Ambiente e Ação Climática, Eng. João Pedro Matos Fernandes.

No fim da sessão terá lugar a plantação de uma pequena floresta urbana por pessoas de 45 nacionalidades que simbolizarão a importância da união entre os povos na luta pela vitória na Crise Climática. 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Janeiro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31