O Município de Borba promove mais um passeio pedestre pelos trilhos do concelho.

Sob o mote “Colinas de Borba”, este passeio irá decorrer no próximo dia 26 de Janeiro, passando pelo centro histórico de Borba, pelo Alto dos Pinheiro, pela Ermida de S. Pedro do Viçoso, pela Ribeira de Alcaraviça, entre outros pontos de interesse do concelho.

A concentração será pelas 08h30, na Praça da República de Borba.

O Município de Borba promove mais um passeio pedestre pelos trilhos do concelho.

"Colinas de Borba", é um passeio que terá lugar no próximo dia 26 de janeiro, passando pelo centro histórico de Borba, pelo Alto dos Pinheiros, pela Ermida de S. Pedro do Viçosa, pela Ribeira de Alcaraviça.

A concentração será pelas 8H30, na Praça da República de Borba

 

Vítima de uma infeção pulmonar, Pepe, antigo futebolista e um dos nomes históricos do Lusitano de Évora, faleceu no dia 14 de janeiro.

O antigo extremo-esquerdo, foi destaque por ter sido autor de um dos golos da primeira vitória do Lusitano frente ao FC Porto, 3-0 em 1952/1953, ele que representou o Lusitano de 1952 a 1966.

Pepe chegou a ser chamado para representar a Seleção Nacional num particular frente à Argentina.

A missa está marcada para quinta-feira às 10h00 na igreja da Azaruja. O funeral realiza-se a partir das 10h30 para o cemitério da Azaruja.

Decorreu ontem, dia 15 de janeiro, no Salão Nobre do Ritz Four Seasons Hotel, a entrega dos prémios aos vencedores do Prémio Nacional da Agricultura 2019, na qual o ADS - Agrupamento de Defesa Sanitária de Estremoz foi um dos distinguidos, na categoria Associações/Cooperativas.

Este prémio, que apresenta este ano a 8.ª edição, tem como objetivo distinguir as melhores empresas, práticas e projetos dos setores da Agricultura e Agroindústria, Florestas e Pecuária.

O Prémio Nacional de Agricultura 2019 foi uma iniciativa promovida pelo BPI e pela Cofina (Correio da Manhã e Jornal de Negócios), que contou com o patrocínio do Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural e o apoio da PWC.

Decorreu esta quinta feira, 16 de janeiro, a 11ª etapa do Rally Dakar 2020, com uma extensão total de 744km que ligaram Shubaytah a Haradh, na Arábia Saudita.

O piloto alentejano, António Maio, finalizou esta etapa com 20º posto provisório, gastando mais 25'22'' que o vencedor da tirada, o chileno Pablo Quintanilla aos comandos de uma Husqvarna.

Na geral, o Capitão Maio ocupa o 27º posto provisório, a 6H7'15'' do líder Ricky Brabec aos comando de uma Honda.

Amanhã decorre a derradeira etapa da edição 2020 do Rally Dakar que fica marcada pelo trágico acidente que vitimou o Campeão Português, Paulo Gonçalves.

No próximo dia 24 de Janeiro, a Universidade Sénior de Évora irá receber na nossa Cidade pela primeira vez, a 16º Edição do Concurso Nacional de Cultura Geral “O Saber não tem Idade”, devido à boa qualificação que obteve na última edição realizada.   

Esta é uma iniciativa da Rede de Universidades da Terceira Idade (RUTIS), que este ano irá organizar o concurso em parceria com a Universidade Sénior de Évora e contará também com o apoio da Câmara Municipal de Évora.

Para este evento, a ter lugar na Arena de Évora a partir das 14,30 horas, são esperadas mais de 500 pessoas, de vinte Universidades/Academias Seniores de todo o país.

Para além disto, na parte da manhã vamos também ter disponíveis para os participantes duas opções de Roteiros Culturais, onde por um lado podem conhecer os encantos da nossa cidade, através de um percurso a pé pelos pontos mais emblemáticos e  por outro lado, poderão ainda optar por visitar a Fundação Eugénio de Almeida, que amavelmente se disponibilizou em proporcionar uma visita aos Centro de Arte e Cultural, Páteo de S. Miguel e Casas Pintadas.

Esperamos assim que seja um evento onde a partilha e a troca de conhecimentos entre Universidades/Academias Seniores impere, mas que seja também um evento onde se promova o envelhecimento activo e o convívio, questões essas mais importantes do que qualquer título ou prémio.

Armando Vara encontra-se a cumprir pena de cinco anos de prisão na cadeia de Évora por tráfico de influência, tendo requerido ao Tribunal de Execução de Penas (TEP) de Évora uma saída jurisdicional de curta duração, tendo sido negada.

O TEP considerou que seria prematuro permitir uma saída de curta duração a Armando Vara.

A defesa de Armando Vara discorda, considerando a decisão do TEP de vergonhosa e uma afronta, uma vez que considera a decisão não fundamentada.

O Cine-Teatro Municipal de Elvas acolhe, no próximo dia 18, sábado, às nove e meia da noite, o espetáculo “100 anos de Amália Rodrigues”.

Neste dia sobem ao palco para homenagear esta fadista portuguesa, reconhecida em todo o mundo, Ana Magarreiro, António Vieira, Helena Brita, Jorge Goes, José Luís Russo, Maria do Rosário, Nelson Cardoso, Olinda Moriano, Raquel Guerra, Rosa Maria, Toi Faria e Zarinha, acompanhados por Felipe Núncio, na guitarra de fado; Francisco Carvalho, na viola baixo; e Marco Conceição, na viola de fado. 

O espetáculo, que tem apresentação de Bianca e Bruno Venâncio, conta ainda com a atuação especial da Academia de Danças de Elvas.

Um espetáculo imperdível, que marca o centenário de Amália Rodrigues, com organização da Câmara Municipal de Elvas, e integrado nas comemorações dos 361 anos da Batalha das Linhas de Elvas.

Às 11:00 horas do próximo dia 18 de janeiro será inaugurada, no Posto de Turismo de Estremoz, a exposição "Tentando aprender com os mestres" de Maria Helena Alves.

Maria Helena Falcato Alves, natural de Estremoz, nascida a 9 de janeiro de 1933, reformou-se do ensino aos 65 anos e logo pensou como haveria de preencher o tempo livre que iria ter pela frente. Como sempre gostou muito de desenhar, resolveu inscrever-se num atelier em Évora, “Teoartes” da Professora Teodolinda Pascoal. Os primeiros treinos foi reproduzir gravuras de quadros de pintores de renome, na sua grande maioria Impressionista, para despoletar a inspiração dos nosvos artistas.

São esses primeiros quadros, da época de 1953/1954, que vão estar em exposição, até dia 9 de fevereiro de 2020.

A fase municipal do 14º Concurso Nacional de Leitura realiza-se dia 22 de Janeiro de 2020, a partir das 14h30, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Évora.

O objetivo central do Concurso Nacional de Leitura de 2019/2020 é estimular o gosto e o prazer da leitura para melhorar o domínio da língua portuguesa, a compreensão leitora e os hábitos de leitura.

Este concurso dirige-se aos alunos do 2º e 3º ciclos do Ensino Básico e aos alunos do Ensino Secundário do concelho de Évora que foram apurados na fase de escola.

A fase municipal, em que participam 20 alunos, visa apurar os 9 melhores (3 de cada nível de ensino) para representar o concelho na fase intermunicipal em Portel, no dia 23 de Abril de 2020.

Na referida fase, as provas incidirão sobre as seguintes obras, divulgadas a todos os concorrentes: 2º Ciclo - Rosa, minha irmã Rosa, de Alice Vieira; 3º Ciclo - O Cavaleiro da Dinamarca, de Sophia de Mello Breyner Andresen: e Ensino Secundário - A Sociedade dos Sonhadores Involuntários, de José Eduardo Agualusa.

A prova oral, a realizar no dia 22 de Janeiro, é aberta à comunidade educativa.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Janeiro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31