O deputado João Oliveira, eleito pelo círculo de Évora da CDU à Assembleia da República, no seu comentário desta quarta-feira, 22 de janeiro, abordou os avanços na construção do Aeroporto do Montijo e as novas tabelas de IRS.

João Oliveira começa por lembrar que “existia um parecer que condicionava a construção do Aeroporto no Montijo, mas ao que parece foi ultrapassado”.

O deputado considera que “não são boas notícias”, acrescentando “penso que a opção de construir o aeroporto no Montijo é uma opção errada”. João Oliveira justifica a sua afirmação com o facto de “ser prejudicial para as populações limítrofes e é uma opção que a curto prazo está completamente condicionada”.

João Oliveira refere que “existem vários estudos que suportam a ideia de que a opção ideal seria a utilização da Base Aérea de Alcochete”, acrescentando que “em termos de impactos ambientais Alcochete apresentava muito menos, bem como, o melhor desenvolvimento dos trabalhos aeroportuários”.

O deputado refere que “o Ministro das Infraestruturas disse ao PCP que o investimento em Alcochete era mais elevado que no Montijo, e que implicava a construção de uma terceira travessia sobre o Tejo, não estando o Governo disponível para assumir esses encargos”.

O argumento apresentado “é de 2ª categoria”, segundo o PCP e “estamos perante uma opção que desconsidera o Aeroporto de Beja”. João Oliveira afirma que “desde que foi criado temos assistido a um constante desinvestimento do aeroporto de Beja”.

Relativamente ás novas tabelas de IRS, João Oliveira considera que “é tudo uma questão de tesouraria”, explicando depois que “o que acontece é que no fim, quando é feita a liquidação do IRS as pessoas ficam na mesma”.

João Oliveira refere que “ao existir a redução das taxas de IRS, a diferença, é que as pessoas no final do mês têm mais dinheiro disponível, no entanto, em maio do ano seguinte acabam por ter de pagar o imposto”.

O deputado refere que “o Governo inicialmente não queria reduzir as taxas do IRS acompanhado a redução na retenção na fonte”, acrescentando que “o Governo considerou que isso lhe causava perdas de milhões de euros e que só poderia refletir nas taxas de retenção na fonte”.

Para o João Oliveira “o problema que temos agora é a inexistência de Orçamento do Estado para 2020, o que significa que quaisquer acertos que tenham que ser feitos já ocorrem com o ano em curso”.

O Comando Territorial de Beja, através do Destacamento de Trânsito de Beja, através de comunicado publicado no seu site, faz saber que no dia 22 de janeiro, efetuou um transporte urgente de órgão, entre o Hospital José Joaquim Fernandes em Beja e o Centro Hospitalar e Universitário do Porto.

O transporte do órgão em causa foi solicitado pelo Gabinete Coordenador de Colheita e Transplante, tendo uma patrulha iniciado a deslocação pelas 06:00 horas, fazendo o trajeto com urgência garantindo sempre a segurança dos demais utentes da via.

Nesta missão, por regra, a GNR é contactada pela Unidade de Saúde que detém o órgão a ser transportado, e empenha de imediato uma patrulha que se desloca até esta, transportando o órgão nas exigidas condições térmicas até ao seu destino. Salienta-se que a qualidade e segurança da transplantação de órgãos depende do tempo necessário para o seu transporte, competindo assim à GNR, e em respeito das condições de segurança, chegar ao destino no menor tempo possível, contribuindo deste modo para o salvamento de mais uma vida.

Jéssica Pina, natural de Alcácer do Sal e licenciada em música pela Universidade de Évora, é uma das trompetistas que acompanha a diva da pop, Madonna, na sua digressão mundial.

A digressão arrancou em Nova Iorque, seguindo-se concertos em Los Angeles, Chicago, Las Vegas, Boston, Fildélfia e Miami. 

No ramo europeu, foi Lisboa a receber o primeiro concerto, que irá ainda a outros palcos, tais como Londres e Paris.

 

 

A Infraestruturas de Portugal assinou, a 21 de janeiro de 2020, o auto de consignação da empreitada para a construção de um novo troço ferroviário com 20,5 quilómetros de extensão entre Évora Norte e Freixo, que integra o futuro Corredor Internacional Sul.

Esta intervenção insere-se no âmbito do Programa de modernização da Rede ferroviária Nacional - Ferrovia 2020, com um investimento de 46,6 milhões de euros.

A empreitada será desenvolvida pelo Consórcio COMSA, SA / Fergrupo, SA / Constructora San Jose e tem um prazo de execução de 540 dias para os seguintes trabalhos:

  • Criação de nova plataforma de via-férrea, numa extensão de 20,5 quilómetros
  • A execução de uma estação técnica
  • Construção de 13 Obras de Arte Correntes (8 Passagens Superiores; 3 passagens Inferiores e 2 Passagens Agrícolas)
  • Construção de 6 Obras de Arte Especiais (Pontes Ferroviárias)
    • Ponte sobre a Ribeira do Freixo, com 284 metros de extensão
    • Ponte de Machede, com 119 metros de extensão
    • Ponte das Bicas, com 220 metros de extensão
    • Ponte da Pardiela, com 358 metros de extensão
    • Ponte da Palheta, com 575 metros de extensão
    • Ponte do Freixo, com 180 metros de extensão

A nova plataforma de via férrea e as Obras de Arte estarão preparadas para uma futura duplicação da via.

No âmbito desta empreitada estão já em desenvolvimento as três obras de construção da nova Linha de Évora, representando a criação de 80 quilómetros de plataforma de via férrea integralmente nova.

O novo troço fará a ligação à Linha do Leste e é constituído pelos subtroços Évora Norte/Freixo (20,5 quilómetros), Freixo/Alandroal (20,5 quilómetros) e Alandroal/Elvas – Linha do Leste (38,5 quilómetros). 

O presente contrato será objeto de apoio da União Europeia através do programa Connecting Europe Facility (CEF), ao abrigo de contrato de cofinanciamento com uma comparticipação de 40%.

O Aqueduto da Amoreira em Elvas, monumento classificado como Património Mundial da UNESCO, vai sofrer obras de requalificação, num investimento próximo aos 2M de euros.

A intervenção será feita por fases e irá decorrer durante o período de um ano.

Os trabalhos irão abranger um comprimento de 270 metros, desde a zona do rossio de São Francisco até ao arco por onde passa a Estrada da Calçadinha.

O Aqueduto da Amoreira, classificado como monumento nacional, foi mandado construir por D. João III, em 1573. Foi inaugurado em 1622, apresenta uma extensão de 8km e diversas galerias, com uma altura de 31 metros.

Tal como noticiado anteriormente pela RC, o despiste de um veículo pesado de mercadorias, durante a manhã desta quarta feira (22 de janeiro), provocou um ferido e obrigou ao corte da EN4, perto de Terrugem.

Segundo o CDOS de Portalegre o alerta foi dado pelas 08:53, tendo o despiste ocorrido na EN 4 perto da freguesia de Terrugem, concelho de Elvas.

Informa a mesma fonte que o pesado transportava cortiça, que após o despiste ficou espalhada pela via, obrigando ao corte da mesma pelas 10H00.

O ferido, do sexo masculino com 61 anos de idade, era o condutor e único ocupante do camião, foi avaliado no local e considerado ligeiro não inspirando cuidados de maior.

Ao que foi possível apurar no local, a via ainda se encontra cortada ao trânsito, não existindo previsão para a sua reabertura. Mais se informa que as autoridades estão a desviar o trânsito pela estrada que vai para Vila Fernando.

Para o local foram mobilizados os Bombeiros de Elvas, a Junta de Freguesia de Terrugem, as Infraestruturas de Portugal e a GNR, num total de 15 operacionais, sendo apoiados por 7 viaturas, entre as quais uma retroescavadora.

De 8 a 23 fevereiro 2020 vão realizar-se as “Semanas do Porco” integradas na Mostra Gastronómica  do Concelho de Arraiolos.

Ao longo do ano a Câmara Municipal de Arraiolos e os restaurantes do concelho promovem os pratos típicos e a gastronomia tradicional do concelho e do Alentejo.

As semanas temáticas decorrerão ao longo do ano, culminando com 21ª. Mostra Gastronómica, o 13º. Festival da Empada e Feira do Tapete de Arraiolos, no Arraiolos Multiusos, no inicio do outono de 2020.

As mais de duas de dezenas de estabelecimentos de restauração aderentes integram nas suas ementas o melhor da cozinha arraiolense percorrendo os sabores que os ciclos da natureza determinavam, tradicionalmente.

Refira-se a presença do porco na “Empada de Arraiolos ®” e nos “Pasteis de Toucinho”, produtos de presença relevante à nossa mesa.

De 8 a 23 fevereiro 2020 visite os restaurantes arraiolenses.

No âmbito do 2.º Torneio SB20 Alqueva – Regata dos Campeões, realizado em novembro de 2019, 69 alunos do Agrupamento de Escolas de Moura e do Agrupamento de Escolas de Amareleja viajaram, na terça-feira, 21 de janeiro, até Cascais para realizar o seu batismo de Vela.

Recorde-se que em novembro a iniciativa não pôde ser realizada, devido às condições atmosféricas, cumprindo-se agora um dos propósitos do Torneio SB20 Alqueva. Esta atividade resultou da parceria entre a Câmara Municipal de Moura, a SailCascais e a Tradewinds, tendo contado também com o apoio da Turismo do Alentejo – ERT e Turismo de Portugal.

A Universidade Sénior de Évora (USE) começou um novo projecto europeu que visa desenvolver competências de Empreendedorismo Social na população sénior, isto é, com mais de 55 anos. O início do projecto decorreu entre os passados dias 13 e 14 de Janeiro, na cidade de Málaga, em Espanha, visto que a Universidade de Málaga é a entidade coordenadora do projecto.


Neste primeiro encontro as várias entidades parceiras do projecto começaram a tomar decisões sobre os conteúdos a englobar no futuro guia a desenvolver sobre a temática. Este guia tem o intuito de não ser uma ferramenta meramente teórica, tendo uma parte prática muito forte. O guia pretende ensinar passo a passo como criar uma empresa social, e terá também questionários em modelo de jogo vulgarmente designado quiz, “check-lists” e exemplos de boas práticas.
 

O término do projecto está previsto para Julho de 2021 em Évora, onde será apresentada a versão final do guia.


Este projecto é financiado pela comissão europeia e conta com parceiros de Espanha (Universidade de Málaga, entidade coordenadora do projecto), Áustria, Eslováquia, Eslovénia, Grécia e Finlândia.

A FEPONS - Federação Portuguesa de Nadadores Salvadores com o apoio do Município de Viana do Alentejo e da Associação de Nadadores Salvadores CORAL de Reguengos de Monsaraz vai promover um Curso de Nadador Salvador entre os dias 10 de fevereiro e 17 de março, nas Piscinas Municipais de Alcáçovas.

O curso terá a duração de 31 sessões (150 horas de segunda a sábado + testes de admissão), com uma carga mínima de 5 horas, em horário pós-laboral.

Destinado a maiores de 18 anos e com um limite de inscrições até 30 formandos, o curso tem um custo de 200,00 €.

As inscrições devem ser efetuadas até dia 6 e fevereiro em www.fepons.org, na área destinada ao “Centro de Formação”.

O curso é certificado pelo Instituto de Socorros a Náufragos e válido em todo o país para o desempenho de funções de nadador salvador, em qualquer praia ou piscina, por um período de 3 anos.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Janeiro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31