Decorreu esta quarta-feira, dia 14 de agosto, a inauguração da 27ª ExpoReg - Feira de Atividades Económicas de Reguengos de Monsaraz, que decorrerá na cidade até ao dia 18 de agosto, numa cerimónia que contou com a presença do ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos.

A RC esteve presente e falou com o governante, que aponta a dinamização económica do concelho, assim como a importância de promover o setor da apicultura, em destaque nesta edição.

“A ExpoReg é uma grande mostra da vitalidade económica de um concelho que tem grande dinamismo”
Luís Capoulas Santos

A apicultura surge como um “setor muito relevante”, explica “não só pela importância económica do mel”, mas também “pelo papel insubstituível que as abelhas têm para a agricultura através da polinização”.

O Ministro da Agricultura salienta que a população mundial de abelhas está a desaparecer, sendo crucial fazer “tudo o que possamos para manter vivas as colónias”, havendo neste sentido vários apoios e criadas medidas no sentido da “redução de princípios ativos de muitos pesticidas que tendo sido concebidos para combater pragas, atingem indiretamente as abelhas”.

Para além do mel, setor em crescimento, a ExpoReg demonstra a “economia muito diversificada” e com grande vitalidade do concelho.

A 27ª ExpoReg - Feira de Atividades Económicas de Reguengos de Monsaraz foi inaugurada esta quarta-feira (14 de agosto), na presença do Ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos.

A RC esteve presente e falou com José Calixto, presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, que aponta o destaque dado nesta edição à Apicultura, como um apoio e incentivo dado aos produtores do concelho.

“É por excelência a grande exposição de atividades económicas do concelho”
José Calixto

 

No concelho existe “um conjunto de produtores que não têm muitos anos de atividade, e que tiveram um desempenho fulgurante nos últimos anos”, salienta.

Através da ExpoReg, o Município tem dado destaque a vários “setores emergentes ou consolidados”, como os vinhos ou a agropecuária, “que criam valor no concelho e que merecem ser ajudados”.

A decorrer na cidade até ao dia 18 de agosto, “junta todas as pessoas em dias partilhados e vividos com intensidade”, contando este ano com “o espaço completamente cheio”, nesta que é a edição “mais concorrida” tendo ficado “expositores de fora”.

Em paralelo decorre o Festival Reguengos Wine & Blues, que “tem trazido até nós grandes nomes deste estilo musical”, trazendo este ano nomes como Animals & Friends ou Delta Blues Riders.

“É um evento que penso que tem personalidade para estar autonomizado da ExpoReg”
José Calixto

 O autarca reforça o desejo anteriormente expressado de, no da regeneração urbana do centro da cidade a decorrer, o festival vir a decorrer de forma autónoma “num ambiente mais intimista no centro da cidade”

Nos dias 15 e 16, terá ainda lugar a tradicional Feira Franca de Santa Maria de Agosto “que ainda se mantém com maior vigor”.

Contando com “cerca de 6 dezenas de feirantes” atraí à cidade milhares de visitantes, nomeadamente espanhóis, “e tem uma vivência muito própria que dinamiza esses dias de manhã à noite”.

Após o Papa Francisco ter assinado o decreto que concede a Bênção Papal com indulgência plenária por ocasião do Ano Jubilar do bicentenário da fundação da Real Ordem da Imaculada Conceição de Vila Viçosa, celebrou-se esta quarta feira (14 de agosto) a eucaristia onde foi assinalada oficialmente a Indulgência Plenária Jubilar na Arquidiocese de Évora.

A eucaristia foi celebra no Santuário de Nossa Senhora da Conceição, em Vila Viçosa, sendo presidida por sua Excelência o Sr. Arcebispo de Évora, D. Francisco Senra Coelho.

A Rádio Campanário marcou presença e recolheu as declarações de D. Francisco Senra Coelho, que começa por referir que “estamos aqui a fazer memória daquele acontecimento tão importante para nós portugueses, que foi a libertação da presença francesa”.

O Arcebispo de Évora considera que “ao fim ao cabo celebramos o regresso da coroa do Brasil a Portugal e reassumimos a nossa autonomia”, lembrando que durante esse período “o sul de Portugal tinha como centro assumido Beja”, onde se encontrava a presença do General Junot.

D. Francisco Senra Coelho considera que “fruto da possibilidade de regressar a Portugal”, o monarca português “constitui esta ordem em ação de graças a Nossa Senhora”.

“Esta Ordem constitui a renovação da consagração a Nossa Senhora, iniciada por D. João IV em 1640”
D. Francisco Senra Coelho

Os anos foram passando e “esta ordem passou a ser uma instituição honorífica para pessoas que aqui sofreram durante as invasões francesas”, refere o Sr. Arcebispo.

A Real Ordem da Imaculada Conceição de Vila Viçosa “ficou sempre ligada ao Duque de Bragança (…), ele nunca abdicou de ser a pessoa que a preside”.

D. Francisco Senra Coelho considera que “estamos perante um monumento, não de pedra, mas cultural e histórico da libertação de Portugal do poder francês”, acrescentando que “ao celebrar estes 200 anos somos convidados a valorizar a nossa liberdade”.

Deflagrou um incêndio em edifício em Vila Viçosa, durante a tarde desta quarta feira, 14 de agosto.

O edifício afetado localiza-se no largo Gago Coutinho, junto ás piscinas municipais.

Ao que a Rádio Campanário pode apurar no local, apenas se registaram danos materiais.

O trânsito encontra-se cortado enquanto se procedem aos trabalhos.

O CDOS de Évora informa que o alerta foi dado pelas 17H24, tendo sido mobilizados 16 elementos dos Bombeiros de Vila Viçosa e da Guarda Nacional Republicana de Vila Viçosa, apoiados por 5 viaturas.

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), através da Unidade Nacional de Informações e Investigação Criminal (UNIIC), realizou no âmbito da segurança alimentar e na sequência de uma notificação inserida no Sistema de Assistência e Cooperação Administrativa para a Fraude Alimentar - AAC System a uma fiscalização numa empresa produtora e embaladora de azeite localizada no concelho de Beja.

No decurso da ação foi detetada a falta de rastreabilidade de azeite comercializado pelo operador económico como sendo “Biológico”, sem estarem reunidas condições para tal, tendo-se procedido à colheita de amostras do produto para análise e confirmação da sua genuinidade bem como proceder à deteção de eventual presença de pesticidas.

Foi instaurado processo de contraordenação e procedeu-se à apreensão cautelar de 4.265 litros de azeite, cujo valor da apreensão ascende a € 28.100,00, calculado de acordo com os valores fornecidos pelo operador.

Esta Autoridade continuará a desenvolver ações de fiscalização, no âmbito das suas competências, em todo o território nacional em prol de uma sã e leal concorrência entre operadores económicos e de forma a garantir a segurança alimentar dos produtos.

O Comando Territorial de Portalegre, através do Posto Territorial de Fronteira, ontem, dia 13 de agosto, deteve um homem com 26 anos, por tráfico de estupefacientes, em Fronteira.

No decorrer de uma ação de patrulhamento, os militares abordaram três indivíduos que se encontravam num local ermo, sendo que estes adotaram um comportamento suspeito perante a presença da GNR. Foi possível detetar que um dos indivíduos tinha na sua posse 60 doses de haxixe, tendo sido detido no momento.

Os factos foram remetidos ao Tribunal da Comarca de Fronteira.

Deflagrou durante a tarde desta quarta feira, 14 de agosto, um incêndio perto da Póvoa de São Miguel, no concelho de Moura.

Segundo as informações disponibilizadas pela PROCIV o alerta foi dado pelas 15H45.

Ainda segundo a mesma fonte, para o teatro de operações foram mobilizados 26 operacionais, sendo apoiados por 5 viaturas.

O incêndio é de natureza agrícola.

De 6 a 7 de Setembro de 2019, Vila Viçosa recebe a Festa da Juventude – “Festivale”, no espaço público da zona circundante da Igreja da Lapa, organizada pela Câmara Municipal de Vila Viçosa, em conjunto com o Conselho Municipal de Juventude e a Comissão de Festas da Juventude do Concelho de Vila Viçosa, sobressaindo o reforço da colaboração entre instituições e associações de origem comunitária.

Em termos gerais, o conceito do “Festivale” incide sobre a criação de um projecto cultural que apresenta propostas diversificadas, que vão desde a expressão artística à valorização do nosso património cultural e que procuram ir ao encontro dos interesses dos jovens e de diferentes gerações, criando um espaço de diálogo com os participantes.

A Festa da Juventude – “Festivale” vai contar com o talentoso rapper Papillon, com o cantor e compositor Tiago Bettencourt e com a actuação dos DJ´s Glue e Xinobi.

Além da importante vertente em torno da música, que constitui um momento alto do projecto, a Festa da Juventude oferece um programa com outras iniciativas, no âmbito da cultura, do desporto, da arte e da fotografia/cinema.

No âmbito do programa “Doar para Proteger”, inserido no Plano de Investimento Social, a EDP Distribuição promoveu nesta quarta-feira, dia 14 de agosto, uma cerimónia de entrega de três viaturas a Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários, em Évora.

No âmbito deste programa, que visa apoiar instituições que desenvolvem iniciativas na proteção da floresta, limpeza de vegetação e reflorestação, foram doadas viaturas que pertenciam à frota da EDP Distribuição, duas Toyota Hilux 4x4 e uma Mitsubishi L200, às seguintes Entidades:

  • Bombeiros Voluntários de Alvito;
  • Bombeiros Voluntários de Mourão;
  • Bombeiros Voluntários de Vila Viçosa.

Com esta cerimónia, a EDP Distribuição já cedeu 21 viaturas em 2019, de um total de 25 que a Empresa vai entregar de Norte a Sul do país ao longo deste ano.

“Quem anda no terreno como nós é que compreende as dificuldades dos bombeiros e isso leva-nos a pensar neles quando ponderamos este tipo de apoios. A EDP Distribuição desempenha um papel decisivo na proximidade com as populações, os municípios e as corporações de bombeiros e, por isso, achámos que, na renovação da nossa frota, poderíamos destacar um conjunto de viaturas que ainda se encontram em bom estado para, nos próximos anos, ajudar as estruturas de bombeiros e proteção civil”, destacou João Torres, Presidente da EDP Distribuição.

A cerimónia, que teve lugar nas instalações da EDP Distribuição, em Évora, contou com a presença de representantes das corporações de bombeiros e dos municípios de Alvito, Mourão e Vila Viçosa, bem como dos comandantes da Proteção Civil dos distritos de Beja e Évora.

A EDP Distribuição, no âmbito da defesa e proteção do património florestal, realiza a gestão de 68.000 km de linhas aéreas (das quais mais de 28.000 km em espaços florestais), tendo investido um total de 72 milhões de euros nos últimos 11 anos sendo que, deste montante, 11 milhões de euros se referem a 2019.

As ações de inspeção e de intervenção nas zonas de proteção e nas faixas de gestão de combustível junto às linhas elétricas envolvem cerca de 500 pessoas, entre colaboradores internos e externos, e a aplicação de melhores práticas de monitorização e de gestão da vegetação (desde inspeções termográficas das linhas com recurso a voos de helicóptero e drones, até ao desenvolvimento de uma funcionalidade na APP que permite a qualquer cidadão reportar situações de proximidade da vegetação).

O campomaiorense André Clérigo realizou a mais recente intervenção no concelho de Campo Maior, no âmbito do programa Arte Pública da Fundação EDP.

Esta obra, "Memória de uma Azeitoneira", nasceu de um encontro do artista com o clube Saberes e Sabores que funciona no Centro Comunitário de Campo Maior.

A Vereadora Vanda Alegria encontrou-se com o artista no local da intervencão para felicitar o jovem campomaiorense por mais este projeto concretizado. 

A obra insere-se no projeto Mayor.Art que contou com o apoio do Município de Campo Maior e da Associação Coração Delta.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31