O rebentamento de um petardo, durante a tarde desta quinta feira (10 de outubro) na Escola Secundária Públia Hortênsia de Castro em Vila Viçosa provocou dois feridos.

De acordo com as informações disponíveis, o petardo alegadamente terá sido disparado por um dos alunos, perto do bar da escola, onde se encontravam mais alunos.

O rebentamento provocou ferimentos em dois jovens, que foram assistidos no local e transferidos para o centro de saúde de Estremoz.

Para o local foram mobilizados os bombeiros de Vila Viçosa, e a GNR.

 

No contexto do apoio à divulgação das regiões e sua gastronomia, que a CP - Comboios de Portugal promove através de programas de turismo ferroviário, foram agora reeditadas três das Rotas mais carismáticas que a empresa disponibiliza.

Assim, a partir de outubro, a Rota do Azeite e do Vinho Alentejano acontece de terça-feira a sábado, com viagem em comboio até Ermidas do Sado, transfer rodoviário para Ferreira do Alentejo e uma visita guiada a esta Vila, bem como almoço, prova de vinhos e cante alentejano.

Ainda na região do Alentejo, a Rota das Uvas sem Grainha, também a partir deste mês, decorre de terça-feira a sábado e proporciona o contacto com o processo da apanha da uva e seu embalamento, numa visita guiada à Herdade Vale da Rosa.

A iniciativa conta ainda na Beira Baixa, a partir de 2 de novembro e aos sábados, a Rota do Azeite da Beira Baixa, que inclui a viagem de comboio até Rodão e várias atividades, nomeadamente, a visita ao Monumento Natural Porta de Ródão, almoço, visita guiada à Herdade da Tojeira, provas de azeite e apanha de azeitona.

O eurodeputado Nuno Melo, eleito pelo CDS-PP, no seu comentário desta quinta-feira, dia 10 de outubro, abordou aos microfones da Rádio Campanário os resultados das eleições legislativas do passado domingo.

Relativamente a uma possível sucessão a Assunção Cristas, o eurodeputado refere que “já se perfilam alguns candidatos, certamente que num partido como o CDS vários serão os pretendentes”, acrescentado que “eu ficarei a assistir da bancada tranquilamente”.

Em termos da perda de votos que o CDS sofreu, Nuno Melo considera que “a fragmentação da direita acabou por retirar votos ao CDS, o discurso mais liberal que foi utilizado durante a campanha pode também ter contribuído para a perda de votos”.

O eurodeputado considera que “se juntarmos os votos do Chega, do Aliança, do Iniciativa Liberal e ainda aqueles que votaram no PSD porque queriam a derrota de António Costa, encontramos os 2 pontos percentuais que tivemos a mais nas europeias”.

O eurodeputado considera que “vamos ter mais prolemas que no final dos anos 80 e princípio dos 90”, justificando que “nessa altura eramos um grupo parlamentar pequeno, mas eramos a única força política à direita. Neste momento vamos ter de partilhar o palco do parlamento com alguns novos partidos que surgiram da fragmentação do espaço político à direita”.

Nuno Melo refere que o CDS continua a ter uma componente “liberal”, reconhecendo que “o Iniciativa Liberal fez uma campanha soberba (por exemplo aquela carta que enviaram ás pessoas a simular que era as finanças foi uma grande cartada) “.

O eurodeputado mostra algum receio relativamente ao crescimento dos partidos que agora conseguiram assento parlamentar, pois “não é a mesma coisa ter um pequeno partido de protesto fora do parlamento e ter esse mesmo partido dentro do parlamento”.

O eurodeputado lembra o “exemplo do BE, que começou apenas com Francisco Louçã e Fazenda, e que hoje se transformou no grupo parlamentar que todos conhecemos”.

Questionado sobre o CHEGA ser um partido de extrema direita, Nuno Melo refere que “o CHEGA não é o PNR “, acrescentando que “o PNR com o seu discurso assumido de extrema direita não cresce nada, já o CHEGA vai conquistar votos até em locais onde as autarquias são comunistas”.

O eurodeputado justifica este crescimento do CHEGA com “uma mensagem prática relativamente aos casos da vida, as pessoas estão preocupadas com a criminalidade então eles tem uma mensagem fácil e cativante, até para aqueles que são democratas”, acrescentando que “o André Ventura é um professor universitário, é uma pessoa inteligente, é levado ao colo por um grupo de televisão, tem notoriedade como comentador do Benfica, tudo isso contribui para o crescimento do partido”.

Para Nuno Melo “o CDS tem de ser fiel ás suas marcas, não pode tentar ir atrás da mensagem dos outros, mas tem de se assumir como um partido conservador que não pode renegar as suas matrizes de sempre, como é o caso da agricultura, da segurança, da família”.

O eurodeputado considera que “o CDS é o parceiro natural do PSD, assim governamos muitas autarquias, mas temos de ter presente que estas parcerias não são para todo o sempre”.

Questionado pela RC, sobre quem serão os partidos a suportar o governo PS, o eurodeputado refere que “o PS casa e descasa com muita facilidade e sem nenhuma fidelidade”, acrescentando que “António Costa fará aquilo que taticamente lhe der mais jeito em cada momento”.

Para Nuno Melo “nenhum dos partidos políticos da esquerda terá coragem de abater este governo, pois isso implica pagar um custo politico alto”, referindo ainda que “António Costa pode governar medida a medida, mas também me parece que o BE tem muita vontade de chegar ao governo”.

No dia 9 de outubro e no âmbito da investigação de um crime por tráfico de estupefacientes a PSP de Évora procedeu à detenção de um indivíduo, sexo feminino, com 46 anos de idade, residente na cidade de Évora.

No cumprimento de mandados e busca e apreensão foram apreendidos; uma viatura automóvel, um telemóvel e o correspondente a cerca de 585 doses individuais de “haxixe”.

A detida aguarda a sua presença perante a Autoridade Judiciária, a fim de lhe serem aplicadas  as medidas de coação.

Para assinalar o Mês de Prevenção do Cancro da Mama e sob o mote “A Prevenção Toca a Todos”, decorrerá ao longo do mês, por todo o país, uma caminhada que visa sensibilizar para a importância da deteção precoce desta doença, da qual surgem cerca de 6000 novos casos por ano, e angariar fundos destinados ao apoio à mulher e família.

A caminhada solidária contra o cancro da mama, decorrerá em várias localidades da região Alentejo.

12 de outubro - Vila Viçosa - início pelas 10h no Largo do Mercado (Caminhada pela Vida a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro)

12 de outubro - Santo Aleixo da Restauração (Moura) - início pelas 15h30 junto à Igreja Matriz

13 de outubro - Évora - início pelas 10h na Praça do Giraldo;

13 de outubro - Portalegre  - início pelas 15h na sede do Grupo de Apoio de Portalegre (GAP) da Liga Portuguesa Contra o Cancro;

13 de outubro - Beja - início pelas 9h30 no Parque da Cidade

13 de outubro - Castro Verde - início pelas 9h30 no Parque Infantil

13 de outubro - Mértola

13 de outubro - Alcácer do Sal

19 de outubro - Monforte - início pelas 9h30, na Praça da República;

19 de outubro - Nisa

20 de outubro - Borba

20 de outubro - Cano (Sousel) - início pelas 16h, na sede da Associação Cultural e Desportiva de Cano.

São esperadas cerca de 10 mil pessoas nas caminhadas 'Outubro Rosa', que para além do Alentejo, terão ainda lugar em Abrantes, Lisboa, Portimão, Santarém, Setúbal, Golegã, Peniche e Seixal.

Em atualização

No dia em que se assinala o Dia Mundial da Saúde Mental, fonte da Ordem dos Médicos aponta a existência de apenas 3 técnicos de psiquiatria para crianças e jovens, nas regiões do Alentejo e Algarve, e lamenta que o interior não tenha evoluído neste matéria, ao longo das últimas décadas.

Ao Público, a mesma fonte defende a criação de equipas multiprofissionais, considerando que os técnicos são tão importantes como os médicos.

As regiões do Algarve e do Alentejo têm apenas três especialistas em psiquiatria da infância e adolescência (pedopsiquiatras) e um deles já foi contratado este ano. 

 

Deflagrou um incêndio ao início da tarde desta quinta feira (10 de outubro), no concelho de Montemor-o-Novo.

Segundo as informações da PROCIV o alerta foi dado pelas 14H20, tendo as chamas deflagrado perto de Caravela do Campo, no concelho de Montemor-o-Novo.

Informa ainda a mesma fonte que as chamas lavram numa zona de mato, estando envolvidos no seu combate 23 operacionais, apoiados por 4 viaturas.

A noite desta quarta feira (9 de outubro) ficou marcada por uma ação de fiscalização da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) junto das portagens da autoestrada 6 (A6) em Elvas.

Segundo a ASAE “tratou-se de uma ação de controlo desenvolvida em todo o território, e que se irá prolongar até à madrugada de 11 de outubro”.

A operação conta com 175 inspetores que irão estar em 60 pontos diferentes do território nacional, visando a legalidade do transporte dos bens em circulação nas estradas nacionais.

O Agrupamento de Escolas de Vila Viçosa é um dos parceiros de um projeto europeu de Erasmus que teve início em setembro, e que junta 6 países, sendo também a entidade responsável pela gestão dos fundos inerentes.

Ao longo dos últimos 3 dias (8-10 de outubro), os 10 professores envolvidos no projeto ‘Life with values – Character building and european citizenship’, reuniram em Vila Viçosa “para definir estratégias e responsabilidades de cada um”, explica à RC Alexandrina Gonçalves, coordenadora do projeto.

Portugal, Croácia, Polónia, Turquia, Espanha e Grécia são os países envolvidos neste projeto de 2 anos, que terminará a 31 de agosto de 2021.

De Vila Viçosa vão participar alunos do 7º ano, sendo que noutros países participam alunos desde o 1º ciclo até ao 9º ano. Com alunos desde os 6 aos 15, considera que será interessante observar as diferentes perspetivas e reações à experiência.

Respeitando o mote do projeto, as atividades que serão realizadas em cada país obedecerão a “determinados critérios” e vão ter como objetivo “desenvolver a consciência de determinados valores nos alunos, associando-os à utilização de novas tecnologias”.

No que concerne à barreira linguística, reconhece que ela possa existir tanto entre os professores como os alunos, sendo maior na interação com outros alunos dos países que os recebem. Ainda assim, poderão recorrer a ferramentas eletrónicas (como Google Tradutor) “e no final da semana o vocabulário que eles adquirem é imenso”.

A primeira mobilidade terá lugar em novembro, tendo Mora (Toledo, Espanha) como destino, sendo que à semelhança de futuras saídas, participarão “3 professores e 4 alunos de cada país”, num total de 30 pessoas, e a duração de uma semana.

Por enquanto, resta determinar questões logísticas nomeadamente a estadia dos alunos (hotéis ou casas de alunos no destino), assim como refeições, num projeto que “mexe” não só com a comunidade escolar como com a comunidade dos países visitados.

O Comando Territorial de Beja, através do Núcleo de Investigação Criminal de Aljustrel, no dia 8 de outubro, deteve um homem e uma mulher de 57 e 54 anos, por cultivo e tráfico de canábis, na localidade de Santana da Serra - Ourique.

No âmbito de uma investigação por tráfico de estupefacientes que decorria há vários meses, os militares apuraram que os suspeitos se dedicavam ao cultivo e processamento de plantas de cannabis. O facto da sua residência, bem como toda a propriedade, se localizar num local isolado e junto a uma barragem facilitava o cultivo e o tráfico, conseguindo assim a obtenção de uma vasta variedade de produtos, das quais se destaca o óleo de cannabis. Seria também na sua propriedade que recebiam os compradores do referido produto estupefaciente.

Na sequência das diligências de investigação, os militares deram cumprimento a um mandado de busca domiciliária à residência dos suspeitos e uma à propriedade adjacente à habitação, tendo culminado na apreensão do seguinte:

  • 742 doses de liamba;
  • 70 cabeças de cannabis;
  • 62 sementes de cannabis;
  • 15 embalagens de creme de cannabis;
  • 13 doses de haxixe;
  • 12 plantas de cannabis adultas;
  • Cinco litros de óleo de cannabis;
  • Dois telemóveis;
  • Diversos materiais utilizados na rega e no acondicionamento, armazenamento e produção de cannabis;
  • 730 euros em numerário.

Foram ainda identificados dois homens por posse de produto estupefaciente, tendo sido notificados para comparecer na Comissão para a Dissuasão da Toxicodependência.

Os suspeitos ficaram detidos nas instalações da GNR até serem presentes ao Tribunal Judicial de Ourique, durante o dia de ontem, tendo sido aplicada a medida de coação de apresentações semanais no posto policial da área da residência.

Esta ação contou com a colaboração do Destacamento de Intervenção de Beja, dos Núcleos de Proteção Ambiental de Aljustrel e Odemira, e do Posto Territorial de Ourique.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31