Deflagrou na tarde desta sexta feira, 14 de junho, um incêndio perto da localidade de Vasco Rodrigues, freguesia de S. João dos Caldeireiros no concelho de Mértola.

 

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) de Beja , o alerta para o incêndio de natureza agrícola, foi dado pelas 14H32.

 

Ainda segundo a mesma fonte encontram-se neste momento no teatro de operações 25 operacionais dos bombeiros, apoiados por 5 viaturas e 1 meio aéreo.

O serviço de urgência de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital de Beja vai voltar a encerrar, pela segunda vez esta semana. Desta vez, o serviço ficará fechado entre as 18 horas desta sexta-feira (14 de junho) e as 8 horas de amanhã, segundo informação da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (Ulsba).

Em causa está mais uma vez, a falta de médicos para assegurar o serviço.

Ainda de acordo com a ULSBA (Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo), as utentes que recorrerem ao serviço de urgência serão transferidas para outras unidades de saúde, designadamente o hospital de Évora.

A Herdade do Esporão irá abrir as suas portas nos dias 22 e 23 de junho. O Dia Grande marca presença no coração desta herdade para dois dias repletos de sabores e cores alentejanos! Uma experiência única marcada ao ritmo da natureza entre provas de vinhos, workshops, petiscos, passeios e concertos

Num ambiente especial que junta famílias e amigos, é dada a conhecer melhor a Herdade do Esporão e todo o coração de toda a história do Esporão e, durante estes dias, pode sentir o seu pulsar e descobrir todos os seus segredos. 

São dois dias repletos de atividades com a paisagem alentejana como palco. Uma experiência única ao ritmo da Natureza entre provas, workshops, petiscos, passeios, concertos e conversas e muitas surpresas. 

Em 2019, voltam a percorrer as vinhas e a desvendar cada história consigo.

A Unidade de Ação Fiscal, através dos Destacamentos de Ação Fiscal do Porto, Évora e Lisboa, no dia 12 de junho, desmantelou um circuito de distribuição e venda de produtos de tabaco, em diversos distritos do País, entre os quais Porto, Lisboa e Setúbal, levando à apreensão de diverso material num valor estimado de 45 mil euros.

No âmbito de uma investigação dirigida pelo Departamento de Investigação e Ação Penal do Porto, que visou o combate à comercialização, distribuição e venda ao público de produtos de tabaco (folha de tabaco, tabaco de corte fino e cigarros) produzidos e comercializados à margem dos normativos legais e sem a liquidação de qualquer imposto, foi efetuada uma operação de investigação criminal denominada “Absender”, tendo sido realizadas 14 buscas domiciliárias e quatro buscas a garagens.

Destaca-se ainda que no âmbito da operação, que contou com o apoio da Europol e das Autoridades Alemãs, foram realizadas duas buscas a um armazém e a um estabelecimento comercial na Alemanha, a um operador suspeito de efetuar remessas de grandes quantidades de produtos de tabaco para Portugal, sem o cumprimento de qualquer obrigação declarativa e contributiva.

Da referida operação resultou a detenção de um homem de 55 anos, por suspeita da prática do Crime de Introdução Fraudulenta no Consumo, a constituição de 10 arguidos, a apreensão de 185 quilos de folha de tabaco e de tabaco de corte fino, (que daria para a manufatura de 185 mil cigarros), de 2120 cigarros manufaturados e ainda de 12 máquinas de corte e embalamento.

Decorreu esta quinta-feira (13 de junho) a apresentação do 1º candidato da CDU do círculo eleitoral de Évora à Assembleia da República, o deputado João Oliveira, e a RC marcou presença.

Na sua intervenção, o candidato João Oliveira realçou que havendo apenas 3 deputados por Évora, entre os 230 totais que serão eleitos a 6 de outubro, “mais importante se torna que sejam acertadamente eleitos”.

“Há alternativa e ela constrói-se com a força da CDU!”
João Oliveira

 

A coligação considera que “o reforço da CDU é a melhor garantia para avançar no caminho de reposição e conquista de direitos, de construção de uma política alternativa que dê resposta aos problemas dos trabalhadores, do povo e do País”.

Aponta ainda algumas conquistas da CDU na última legislação, destacando a reforma antecipada a trabalhadores de pedreiras e a aplicação de regime estabelecido para mineiros, assim como o avanço no processo para construção do Hospital Central de Évora.

O candidato conclui declarando que “a mensagem central” da campanha da CDU “é a de que há alternativa, é possível inverter a situação de abandono e declínio do distrito de Évora e garantir o seu desenvolvimento”.

Jerónimo de Sousa, secretário-geral do PCP, afirma que estas eleições são “de maior importância para o futuro da vida de cada um”, surgindo como “uma grande oportunidade para que os democratas e patriotas e todos os que aspiram a uma vida melhor, expressem a vontade de pôr o País a avançar”.

“É a nossa vida coletiva e a de cada um para os próximos anos que se decide em outubro”
Jerónimo de Sousa

Apoiando a candidatura de João Oliveira, defende a necessidade de “ter na Assembleia da República quem defenda (os portugueses) e conte para afirmação e concretização de um projeto verdadeiramente alternativo para Portugal”.

A campanha que a CDU irá iniciar para as eleições legislativas, “afirma com confiança que há solução para os problemas do país” e que é possível avançar na reposição de direitos.

Carlos Pinto de Sá, membro da CDU, afirma a esta estação emissora que o candidato apresentado, “enquanto membro da CDU e do PCP tem feito um trabalho notável em defesa do distrito, dos grandes investimentos necessários, da população”.

João Oliveira, defende, tem “levando à Assembleia da República denúncias e propostas”, propondo soluções, tendo dado “um contributo decisivo para que nestes 4 anos houvesse uma melhoria das condições de vida no distrito”.

“Justifica-se que um grande deputado com um grande trabalho possa ser confirmado como cabeça de lista da CDU”
Carlos Pinto de Sá

Questionado se a proximidade com o candidato, pelo menos no concelho de Évora, poderá garantir melhores resultados do que os obtidos pela CDU nas europeias, afirma que “as pessoas conhecem o trabalho do João Oliveira e sabem que será com a CDU que esse trabalho terá continuidade”.

Realiza-se no próximo dia 14 de junho a terceira sessão ordinária da Assembleia Municipal de Vila Viçosa, que decorrerá no Salão Nobre dos Paços do Concelho. Com início marcado para as 21h, esta reunião será transmitida em direto pela Campanário, através dos 90.6FM e da nossa emissão online.

 

A sessão terá a seguinte ordem de trabalhos:

A Câmara Municipal de Arronches tem apostado na criação de ‘ninhos de empresas’, que visam a instalação, fixação e apoio a jovens empresários que pretendam desenvolver os seus projetos.

Neste sentido a Rádio Campanário falou com a autarca de Arronches, Fermelinda Pombo Carvalho, que afirma a esta estação emissora que “dentro de pouco tempo iremos lançar o ninho de empresas 2”, acrescentando “que é a segunda fase do ninho de empresas 1”.

A edil explica que “o ninho de empresas 1 já se encontra totalmente concluído, sendo o ninho 2 uma ampliação”.

Fermelinda Carvalho explica que a primeira fase do ninho de empresas “acabou por ter algumas complicações com o empreiteiro e demorou mais que o previsto”, tendo apenas ficado concluída “faz muito pouco tempo”, no entanto “neste momento temos já dois jovens empresários instalados e a funcionar”.

“Espero vir a ter muitos mais empresários aqui instalados dentro de pouco tempo”
Fermelinda Pombo Carvalho

Relativamente a esta segunda fase da obra, a autarca descreve-o como um espaço que “irá ter áreas maiores”, justificando essa aposta com “a procura a esse nível”. Fermelinda Carvalho refere que “o financiamento já se encontra garantido”.

Questionada pela RC sobre outos projetos que a autarquia irá desenvolver, a edil refere “a continuidade das obras de recuperação da nossa zona ribeirinha, bem como a recuperação do antigo convento”.

Relativamente a este último projeto, Fermelinda Carvalho considera que “em termos de propriedade da câmara é aquilo que nos falta fazer”, acrescentando que “ainda se encontra em discussão a finalidade que o imóvel irá ter, mas certamente será para fins públicos”.

Um homem de 32 anos foi detido em Beja na passada quarta-feira, 12 de junho, pela GNR pelo crime de detenção de arma proibida.

Segundo a informação disponibilizada pela GNR, o Comando Territorial de Beja deteve o homem numa ação de fiscalização rodoviária, através do qual os militares do Posto territorial de Beja se aperceberam da existência de uma pistola de calibre 6,35 mm, municiada com oito munições, no interior do veículo.

No seguimento da fiscalização, foi ainda apreendida o 2,5 doses de cocaína,320 euros em numerário e um veículo

Segundo a mesma fonte o suspeito foi constituído arguido e ficou sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência. Os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Beja.

O eborense Tiago Rodrigues, jovem avançado de 18 anos, que na última temporada representou a equipa júnior do Sporting Clube de Portugal, onde se sagrou o melhor marcador da sua equipa e o segundo melhor do campeonato com 18 golos apontados, renovou com os leões por mais três épocas (2022).

O jovem ponta de lança leonino, da geração de 2000, começou a jogar no Lusitano Ginásio Clube, entre 2009 e 2014, tendo representado as seleções distritais, ingressado na formação lisboeta em 2014. O jovem talento eborense cumpriu as últimas cinco temporadas na formação leonina e irá na próxima temporada jogar na equipa Sub-23.

No Sporting, Tiago Rodrigues já conquistou dois títulos nacionais no escalão de juvenis, em 2015/2016 e 2016/2017, e um título nacional no escalão de iniciados, precisamente na sua época de estreia com o leão ao peito, em 2014/2015.

A Autoridade Segurança Alimentar e Económica procedeu a várias ações no evento "O Tapete está na Rua", que decorreu em Arraiolos.

A ASAE no âmbito da fiscalização ao evento procedeu à instauração de um processo-crime, com uma detenção, por fraude sobre mercadorias e 10 processos de contraordenação pelas seguintes infrações: venda e disponibilização de bebidas alcoólicas a menores, não apresentação de mera comunicação prévia, inexistência de aviso de restrição de bebidas alcoólicas, violação dos deveres gerais da entidade exploradora, incumprimento dos requisitos gerais e específicos de higiene e falta de informações no âmbito do Regime Jurídico de Acesso e exercício de atividades de Comércio, Serviços e Restauração (RJACSR).

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Junho 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30