Alentejo

Comentário semanal do eurodeputado Carlos Zorrinho aos microfones da Rádio Campanário (c/ som)!

Revista de Imprensa Escrito por  27 Set. 2022

A Revista de Imprensa desta terça-feira, dia 27 de setembro, contámos com o comentário do Eurodeputado Carlos Zorrinho do Partido Socialista.

Os temas abordados no dia de hoje foram: Salário mínimo vai perder poder de compra pela primeira vez desde 2013, Portugueses mais atingidos pela crise já querem cedências à Rússia e Várias personalidade e entidades com dados expostos em agosto- a questão da segurança de dados e o ciberataque .

No que diz respeito ao primeiro tema o Eurodeputado Carlos Zorrinho começou por referir “tratar-se de uma consequência do aumento da inflação que atua sobre todos os rendimentos e também no caso do salário mínimo” acrescentando “eu espero que com algumas medidas extraordinárias, como as que tem sido feitas pelo governo, no final, o salário mínimo seja o mais protegido.”

Ainda assim Carlos Zorrinho sublinha “a crise é uma crise importada , todos sabemos qual é a sua origem e temos que a combater.”

Relativamente ao segundo tema, e à sondagem efetuada pelo ISCTE, que diz que apenas 1/3 dos portugueses está descontente com as medidas do governo, o Eurodeputado Socialista refere “ainda bem que a maioria dos Portugueses continuam a defender fortemente, no fundo a oposição o apoio que a união europeia tem dado à Ucrânia” acrescentando “é evidente que no curto prazo há sempre situações que prejudicam o nosso dia a dia mas nós temos que perceber que o que está em jogo é aquilo que é mais importante para todos: a nossa liberdade, a nossa capacidade de fazer escolhas , a capacidade de termos uma sociedade livre em que cada um pode dizer aquilo que entende, podendo até discordar.”

Carlos Zorrinho considera que “as medidas têm que ser muito bem explicadas e aplicadas de forma justa.”

Adianta-nos que, enquanto Eurodeputado participou esta manhã numa reunião onde a UE prepara já novas medidas no que diz respeito à energia. Carlos Zorrinho entende que “não podemos perder o essencial e o essencial é fazermos face a uma ameaça existencial para aquilo que é o nosso modelo de vida e que tanto nos custou a conquistar , nomeadamente a liberdade e a democracia.”

Por último e quanto último tema, o nosso comentador refere “a questão da segurança de dados é muito importante porque os hackers , aqueles que praticam estes crimes estão profundamente bem preparados e não é fácil de um dia para o outro dotar a nossa administração pública e as nossas empresas da capacidade de lhes fazerem frente.”

Este é um braço de ferro grande e que não será fácil combater” adiantou ainda o Eurodeputado que entende tratar-se de “mais uma guerra , há guerras em tanto campo s que agora também teremos uma guerra no campo cibernético, uma guerra de bases, de proteção e segurança.”

 

Veja também...

Histórico de Notícias

« Novembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30