×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

Comentário semanal do eurodeputado Nuno Melo aos microfones da Rádio Campanário (c/som)

Revista de Imprensa 29 Abr. 2021

Na Revista de Imprensa desta quinta-feira, 29 de abril, contámos com o comentário do eurodeputado Nuno Melo, do partido CDS. Foram vários temas abordados como o não renovar do estado de emergência - devido à redução de casos de covid e de internados - a corrupçãp no nosso país atualmente; e sobre a resposta do presidente do CDS às suas criticas.

Sobre a não renovação do estado de emergência, Nuno Melo considera que "o dado novo é a vacinação", visto que avança a bom ritmo, e espera que as pessoas ajudem e não comecem a ter comportamentos altruístas. 

Relativamente à corrupção, sobre a notícia avançada pelo "Público" de que o governo "quer alargar o perdão" a quem confessar corrupção. O nosso comentador declara que, a justição está na sua pior fase. "Pessoas como José Sócrates, que tiveram grandes responsabilidades a seu cargo", não podem ter perdão.  "O desfasamento da decisão do juiz em relação ao sentimento esmagadoramente maioritário da população", menciona. 

Sobre o presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, ter respondido às criticas de Nuno Melo acerca das propostas para tipificar penalmente o enriquecimento ilícito. O eurodeputado declara que não fez critica nenhuma, "limitei-me a constatar que a proposta se afasta radicalmente das posições que defende o partido CDS", refere. 

 

Veja também...

Histórico de Notícias

« Maio 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31