Alentejo

Comentário semanal do Eurodeputado Nuno Melo aos microfones da Rádio Campanário (c/som)

Revista de Imprensa Escrito por  22 Set. 2022

Na Revista de Imprensa desta quinta-feira, dia 22 de setembro contámos com o comentário do Eurodeputado Nuno Melo, do CDS-PP. Foram abordados os temas: Só metade das empresas paga IRC e o número caiu quase 15% e também a manifestação dos Agricultores Espanhóis que querem travar a vinda da água de Espanha para Portugal.

Em relação ao primeiro tema, o Eurodeputado do CDS-PP começou por referir “a redução do IRC parece-me evidentemente uma boa notícia” relembrando o acordo feito pelo governo PSD/CDS-PP com o PS de António José Seguro neste sentido mas que, como refere “António Costa, numa das suas primeiras atitudes políticas, rasgou esse acordo.”

Para Nuno Melo “são muitos anos perdidos com as empresas a pagarem em Portugal um IRC que é absurdo num mercado que é global” acrescentando “não houve país que reduzisse impostos que não tivesse visto crescer a economia.”

Ainda a este propósito, o nosso comentador refere “os estados socialistas optam mais por cobrar impostos , muitos impostos sobre o trabalho, sobre as empresas, para financiarem dependências que são votos.”

Nuno Melo sublinha ainda que “o nosso modelo económico, o modelo do socialismo, é retirar pessoas do mercado de trabalho e ter muitas pessoas que apesar de trabalharem não pagam impostos .”

Em suma, esta medida da descida do IRC “já devia ter acontecido há muito tempo” referiu.

No que diz respeito ao segundo tema, o Eurodeputado do CDS-PP salientou que se trata de uma “situação muito preocupante” ainda que olhe para a mesma com muita estupefação justificando “a menos que os espanhóis achem que podem matar um país inteiro retendo água ou não têm a noção do impacto que isso tem num país vizinho que é Portugal.”

Nuno melo considera ser normal a redução de recursos Aquíferos mas , como refere “isso implica uma gestão racional dos mesmos e também a distribuição necessária de água pelos países.”

O Eurodeputado acrescenta ainda “era o que mais faltava que de repente deixássemos de ter rios com água porque os espanhóis, que há anos praticaram uma política de transvasos , que por um lado procurou dar resposta a necessidades da agricultura em Espanha, e por outro lado retirou alguma racionalidade aos rios, agora impedissem que a água viesse para Portugal .”

O Eurodeputado Nuno Melo garante que, sobre o teor da Manifestação, vai ele próprio apresentar o tema à Comissão Europeia pois é um tema onde a União Europeia é determinante.


 


 


 


 

 

Veja também...

Histórico de Notícias

« Dezembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31