Comentário semanal do eurodeputado Nuno Melo aos microfones da Rádio Campanário (c/som)

Revista de Imprensa 05 Dez. 2019

O eurodeputado Nuno Melo, eleito pelo CDS-PP, no seu comentário desta quinta-feira, dia 5 de dezembro, abordou aos microfones da Rádio Campanário o facto de o CDS-PP acusar o governo de querer regionalizar ás escondidas, os projetos candidatados a fundos europeus que se encontram parados e ainda toda a exposição mediática da adolescente Greta Thunberg.

Para Nuno Melo “para já não está em causa ser a favor ou contra a regionalização”.

O eurodeputado lembra que “no passado esteve em causa um determinado modelo de regionalização”, acrescentando que “a avaliação só poderá ser feita quando for apresentado um modelo concreto”.

Nuno Melo não deixa de referir que “neste momento Lisboa já beneficia de prerrogativas, até do ponto de vista autárquico, o que a coloca num plano de desigualdade para com os restantes municípios”.

Relativamente ás transferências de competências, o eurodeputado questiona “de que serve transferir competências para as autarquias se depois não existe a compensação financeira”.

Relativamente ao Governo ter dado 30 dias aos projetos parados nos fundos europeus, Nuno Melo considera que “eu acho que o Governo é o responsável pelo atraso de inúmeros projetos na agricultura”, exemplificando que “o governo tem muitos projetos aprovados, mas depois também nos os financia”.

Naquilo que concerne ao mediatismo criado em torno da adolescente Greta Thunberg, o eurodeputado refere que “muitos adultos, alguns com responsabilidades políticas, estão a aproveitar-se de uma miúda de 16 anos, aplaudindo-a de pé quando ela muitas vezes os acusa de lhe roubarem os sonhos”.

Nuno Melo afirma que “esta miúda devia estar na escola, e todo este aproveitamento é simplesmente ridículo”.

O eurodeputado refere que “temos um rapaz da mesma idade que desenvolveu um projeto extraordinário para limpar os oceanos, ninguém lhe liga, esta miúda que é instrumentalizada do ponto de vista político é o que sabemos”.

Questionado pela RC sobre a forma como se tem tratado a adolescente, Nuno Melo considera que “estão a cuidar mal desta adolescente, o que não quer dizer que a causa não seja válida, simplesmente chegamos a um ponto em que o aproveitamento é tão manifesto que se torna ridículo”.

O eurodeputado considera “triste” todo este aproveitamento ao “tratarem a miúda como se tivesse descoberto a pólvora, quando estes problemas já são conhecidos desde várias décadas”.

Veja também...

Histórico de Notícias

« Abril 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30