"Os portugueses, embora não totalmente contentes, confiam no PS para os governar" (c/som)

Revista de Imprensa 28 maio 2019

O eurodeputado Carlos Zorrinho, eleito pelo PS, no seu comentário desta terça-feira, dia 28 de maio, abordou aos microfones da Rádio Campanário os mais recentes resultados das eleições europeias.

Carlos Zorrinho começa por referir aos nossos microfones que “a vitória do Partido Socialista é algo muito importante para o país”. O eurodeputado considera que “é uma vitória clara em todo o país”, referindo que “apenas por algumas décimas o PS não ganhou em todos os distritos”, acrescentando que “existiu uma manifestação clara das intenções dos portugueses”.

O eurodeputado considera que o povo português “pretendeu dizer que quer que o partido que os governa o país tenha também força na europa”, acrescentando que “é importante pois muitas das decisões que temos de tomar em Portugal têm de ser articuladas na Europa”.

Carlos Zorrinho considera que estas eleições “foram marcadas por uma abstenção elevada”, referindo que “é necessário que as pessoas compreendam mais e melhor a importância das europeias”. O eurodeputado faz também referência “ao sucesso do voto eletrónico no distrito de Évora”, considerando que “pode ser um passo para que progressivamente as pessoas tenham menos dificuldades para votar”.

O eurodeputado refere que “este resultado aumenta a responsabilidade do partido socialista”, acrescentando “é um sinal de que se o partido socialista continuar a governar assim, os portugueses serão coerentes e dar-lhe-ão força para continuar a governar em Portugal”.

No que respeita ao deputado eleito pela primeira vez do PAN, Carlos Zorrinho considera que “é resultado de um movimento muito forte que está a ocorrer em toda a União Europeia, que é a emergência dos partidos ecologistas”, o eurodeputado considera “importante os partidos tradicionais compreenderem as questões ambientais do planeta”. Carlos Zorrinho considera que o CDS “realizou uma campanha muito agressiva, muito colada com a extrema direita”, acrescentando que “os portugueses são muito avessos a esses movimentos”, justificando assim a votação obtida pelo partido popular.

Carlos Zorrinho não se mostra surpreendido com o resultado do Bloco de Esquerda, referindo que “tem um discurso muito europeísta, realizou uma boa campanha”, acrescentando que “Marisa Matias é uma boa deputada, uma boa comunicadora”.

Questionado pela RC sobre se este resultado será uma ‘boa rampa de lançamento’ para as legislativas, o eurodeputado refere que “o resultado significa que os portugueses, embora não totalmente contentes, confiam no Partido Socialista como o partido que melhor os pode representar na Europa e também como o partido que os pode governar em Portugal”. Carlos Zorrinho refere que “existiram sondagens que caso as legislativas tivessem sido agora o PS teria um resultado muito próximo da maioria”, referindo no entanto que “ainda falta algum tempo e em politica tudo pode mudar”.

Veja também...

Histórico de Notícias

« Dezembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31