“Um país com tantas greves, é um país que está mal de saúde” (c/som)

Publicado em Revista de Imprensa 07 janeiro, 2019

O deputado António Costa da Silva, eleito pelo círculo de Évora do PSD à Assembleia da República, no seu comentário desta segunda-feira, dia 7 de dezembro de 2019, falou da greve anunciada pelo Sindicato do Corpo da Guarda Prisional e pelo Estivadores dos portos de Sines e Setúbal, bem como dos avanços relativos ao novo aeroporto do Montijo.

Sobre as greves anunciadas pelos referidos sindicatos, o deputado sublinha que “existe muito mais que um diferendo, existe mesmo um desentendimento global. Um país com tantas greves (…) é um país que não está bem, é um país que está mal de saúde”. O deputado refere ainda “são dezenas de profissões que estão insatisfeitas com as expectativas que lhe criaram, (…) “e com a falta de igualdade entre profissões”.

No que respeita a um possível impacto das greves sobre as perspetivas orçamentais do governo, António Costa da Silva diz que “nada vai afetar as previsões do governo” porque “para equilibrar as contas públicas, corta no investimento”. “O governo engana os portugueses”, afirma o deputado, dando como exemplo a recente subida da taxa do carbono compensada com a ligeira descida da gasolina “o governo vai ainda ganhar mais receita do que com a perda do ISP da gasolina. O Governo ou corta ou engana”.

A complementar a sua análise, António Costa da Silva abordou a construção do novo aeroporto do Montijo e mostrou-se convicto de que se trata de propaganda eleitoral “isso eu não tenho dúvida nenhuma (…) o governo vai criar o memorando, para parecer que este ano é que vai acontecer algo no aeroporto do Montijo”. O deputado refere que “se Portugal precisa de melhores aeroportos e o Montijo pode ser uma solução, admito que sim, mas não a todo custo. Não pode ser sem cumprir todas as regras ambientais”.

Para terminar a sua rúbrica, o deputado deixa a questão “se temos um aeroporto em Beja, porque é que esse aeroporto não funciona como alternativa a Lisboa?”, apelando ao investimento na ferrovia de ligação com a colocação de comboios muito mais rápidos que permitam ligar o interior do Alentejo a Lisboa.

 

Veja também...

Histórico de Notícias

« Janeiro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31