25 Out. 2021
Augusta Serrano
Notícias
17:00-19:30

Alentejo

Enoturismo: conheça boas referências, no Alentejo.

Agenda Cultural 03 Jun. 2021

Todos conhecemos a forte tradição, de vinhos, vinhas e cultura vitivinícola, que a região Alentejo possui, toda essa cultura se amplia hoje, em vários locais, atividades, restaurantes, produtores, eventos e visitas a adegas e caves de vinhos.

Damos-lhe a conhecer algumas sugestões de locais para complementar a sua visita ao Alentejo, e fazer uma degustação ou imergir no Enoturismo, desta magnífica região.

 

Herdade do Esporão, em Reguengos de Monsaraz (com 700 hectares de vinhas e olivais, com imensas castas e quatro diferentes variedades de azeitona, e hortas) – Aqui pode fazer uma visita à adega para ficar a conhecer os processos de produção biológica, e fazer provas de vinhos, nos claustros do jardim, e disfrutar da magnífica vista.

Algumas das outras atividades que podem ser realizadas, são os passeios de bicicleta, as visita ao lagar, piqueniques na quinta, jantares ao ar livre com vista para as vinhas, passeios para apreciar a paisagem, ou aproveitar o pôr-do-sol.

 

Fita Preta, às portas de Évora (Fundada pelo eleito Enólogo do Ano de 2018, António Maçanita, conhecido por resgatar castas já extintas). – Tem a possibilidade de se inscrever para participar na época das vindimas e fazer parte da experiência de colheita das uvas, de noite até ao nascer do sol.
É mais dos que prefere ficar tranquilo e disfrutar de uma boa pinga, pode apreciar entre três a oito vinhos, no bar Fita Preta, a qualquer hora, ou aprender mais sobre o processo de fabrico, colheita, e castas.

Aqui, é ainda possível fazer uma visita à zona de estágio do vinho, fazer provas diretamente das cubas, ou aderir ao Wine Under a Tree, uma experiência de descanso, e prova de vinhos da casa, e uma cesta de produtos locais, à sombra de um sobreiro.

 

João Portugal Ramos vinhos (às portas de Estremoz, com dezenas de referências de diferentes vinhos, tinto, brancos, Douro, Porto e ainda espumantes) Aqui pode vestir a pele de um enólogo e disfrutar tanto da panóplia de vinhos disponíveis como também de azeites, vinagres e aguardentes próprias e passar na sua adega Vila Santa, uma quinta ampla e familiar, para complementar a sua experiência de enoturismo.

A visita dá-lhe a conhecer o processo de produção, os lagares em mármore onde se pisa a uva, a cave de estágio em barricas de carvalho e a sala didática que leva cada visitante a ser enólogo por um dia, onde cada um pode criar as suas próprias “combinações”, a partir da casta da quinta, podendo alterá-los consoante o resultado pretendido.

 

Herdade da Malhadinha Nova (às portas de Beja, conta com 70 hectares de vinha, um negócio anual de 300 mil garrafas e produção de azeite e mel biológicos)

Aqui pode também vestir a pele de um enólogo, por um dia, com a experiência “Winemaker For a Day. Esta experiência inclui uma visita à adega, prova de novas colheitas, realização de três “combinações/blends” diferentes, jantar, ou experimentar a experiência das provas cegas de monocastas ou cursos de enogastronomia.

 

Adega de Borba (A adega que representa 270 produtores) Uma das primeiras a nascer no Alentejo, aqui somam-se mais de sete referências de um catálogo que inclui referências de mais de dois mil hectares de vinhas, dando “frescura, acidez e equilíbrio” às produções.

Nesta adega pode realizar visitas aos diferentes espaços, desde as zonas de engarrafamento, de fermentação em cubas, passando pelas salas de estágio em barricas, pela destilaria onde se produzem aguardentes e bagaços, até à sala de provas dos vinhos da casa.

Pode disfrutar também de uma boa refeição acompanhada de um (ou vários) vinho regional, no restaurante da adega, focado na cozinha tradicional alentejana.

 

Fonte: Revista Evasões (adaptado)

Foto: Nculuta

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31