Evora

Fundação Eugénio de Almeida vai promover visitas abertas, sem inscrição prévia, ao Convento da Cartuxa de Évora

Fundação Eugénio de Almeida vai promover visitas abertas, sem inscrição prévia, ao Convento da Cartuxa de Évora Foto: CarlosTojo/Fundação Eugénio de Almeida
Agenda Cultural 14 Ago. 2020

Tal como a Rádio Campanário noticiou, a Fundação Eugénio de Almeida (FEA) anunciou que está a promover ciclo de visitas guiadas ao Mosteiro de Santa Maria Scala Coeli – a Cartuxa de Évora – com entrada gratuita. Será pela primeira vez que se pode visitar o monumento desde a sua reconstrução como eremitério, em 1960.

Esta sexta-feira, dia 14 de agosto, a FEA anunciou que, “para responder ao interesse manifestado pela comunidade e acolher todos aqueles que procuram conhecer a Cartuxa de Évora”, promove a visita aberta gratuita, sem inscrição prévia, a partir do próximo dia 15 de agosto, inclusive. A visita aberta terá lugar aos sábados e domingos, entre as 10h00 e as 18h00, até ao final do mês de setembro.

A par da visita aberta continuará a decorrer o programa de visitas guiadas, mediante inscrição prévia no site da Fundação Eugénio de Almeida, limitado a 20 participantes por visita.

Iniciada a sua construção em 1587, o Mosteiro de Santa Maria Scala Coeli foi o primeiro eremitério da Ordem da Cartuxa a ser construído em Portugal. Objeto de diferentes utilizações ao longo da sua história, tendo sido Hospício de Donzelas Pobres de Évora, Escola Agrícola Regional e centro de lavoura da Casa Agrícola Eugénio de Almeida, o mosteiro volta a recuperar a sua função religiosa em 1960, graças à forte convicção cristã e à profunda dedicação de Vasco Maria Eugénio de Almeida, Conde de Vill’Alva, à comunidade de Évora.  

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31