Imprimir esta página

Estremoz

Museu Berardo Estremoz abre com a presença dos Comissários da exposição

Agenda Cultural 09 Jul. 2020

No próximo dia 22 de julho o Museu Berardo Estremoz irá abrir aos media com a presença dos Comissários da exposição, Alfonso Pleguezuelo e José Meco, para acompanhamento de visita à exposição.

O Museu Berardo Estremoz é uma iniciativa conjunta da Coleção Berardo e da Câmara Municipal de Estremoz.

Este equipamento museológico apresenta aquela que é considerada a maior e mais importante coleção privada de azulejos do nosso país. Composta por conjuntos azulejares in situ, património integrado na Quinta e Palácio da Bacalhôa (Azeitão) e no Palácio Tocha (Estremoz), e por mais de quatro mil e quinhentos exemplares móveis, datados do século XIII ao século XXI, a Coleção Berardo permite percorrer a secular História do Azulejo.

Instalado no histórico Palácio Tocha, ele próprio enriquecido por alguns magníficos conjuntos de azulejaria tardo-Barroca e Rococó, o Museu Berardo Estremoz apresenta um conjunto de Azulejaria Espanhola e um vastíssimo acervo de Azulejaria Portuguesa, compreendendo todas as épocas e estilos.

Este imóvel classificado, é agora um importante Museu, que conta as estórias e a História dos últimos séculos da azulejaria, através da exposição inaugural, intitulada “800 Anos de História do Azulejo”, comissariada pelos especialistas Alfonso Pleguezuelo e José Meco.

Devido ao momento pandémico que se vive, o Museu Berardo Estremoz optou por fazer uma abertura simbólica no dia 25 de julho com a presença de algumas entidades oficiais e convidados.

 Apenas no dia 26 de julho abrirá ao público geral, com entrada gratuita até ao final do mês de agosto.