Desporto: Jogo Calipolense 2 - 0 Bencatelense em resumo

Desporto 25 Mar. 2013

CAMPO JOÃO FIGUEIREDO – VILA VIÇOSA

22ª JORNADA DA DIVISÃO DE HONRA DA AF ÉVORA

 

Árbitro: Nélson Dias

Auxiliares: Bruno Barão e José Canaverde

 

CALIPOLENSE: 2

Luís Pernas; Ricardo Generoso, João Frade, Rui Varela (Américo), Paulo Lobo; Káká (Ricardo Lopes), Luís Rosado, André Courela; Pipoca, Espanhol (David) e Parraça.

Suplentes não utilizados: Miguel, Rebola, André Gonçalves e Rui Almeida

Treinador: Luís Canhoto

 

BENCATELENSE: 0

Favita; Chalana, Paulo Belém, Salabarda, Djordy; Marmelo (João Basófia), André Rocha, Glaedson; Fábio Salvador, Biteke (Humberto) e Ramos

Suplentes não utilizados: Fiambre, André Marques, Quim, Fábio Perico e Sérgio

Treinador: Marco Calaça

 

GOLOS: Parraça (24’), Ricardo Lopes (90+2’)

 

DISCIPLINA: Cartão Amarelo para Paulo Lobo, Luís Rosado e Américo; Marmelo e Glaedson.

 

Jogou-se neste Domingo o derby do concelho de Vila Viçosa entre o Calipolense e o Bencatelense. Jogo que se previa eletrizante, e as equipas acabaram por mostrar isso mesmo.

O jogo teve um início muito emotivo com o Calipolense a apostar nas desmarcações de Parraça, mas a cair muitas vezes na armadilha do fora de jogo. Na primeira vez que o Calipolense chega com perigo à baliza adversária, é Favita que faz a mancha e Parraça a rematar por cima. O golo do Calipolense acaba por surgir aos 24 minutos. Káká a cabecear a bola para a entrada da área, Parraça recebe no peito e faz o chapéu a Favita, um belo golo. Os jogadores do Bencatelense ficaram a reclamar posição irregular neste lance. Com o golo sofrido o Bencatelense tenta responder e chegou mesmo a incomodar Luís Pernas, mas o guarda redes do Calipolense com grandes defesas sempre a evitar que os visitantes chegassem à igualdade.

Na segunda parte o Bencatelense continuou em busca do empate, mas encontrou sempre pela frente um inspirado Luís Pernas que fez excelentes defesas ao longo de todo o jogo. O Calipolense tentava responder em rápidos contra ataques sempre com o mesmo protagonista, Parraça. A bola chegou ainda a embater no poste da baliza de Favita, num remate de Parraça. O Bencatelense apostava tudo no ataque, Humberto entrou para reforçar a linha avançada dos visitantes, Favita chegou mesmo a ir à área contrária tentar a sua sorte. E é com o Bencatelense todo balanceado no ataque e a tentar chegar ao empate, que aos 92 minutos acaba por sofrer o segundo golo e a machadada final no encontro. Parraça descobre na área Ricardo Lopes, que de cabeça atirou sem dar hipótese a Favita. Jogo muito bem disputado e com muita emoção, sempre com a incerteza de qual seria o resultado final.

No final do encontro Luís Canhoto, técnico do Calipolense disse que já esperava que este seria um jogo difícil.

O mister falou ainda sobre o objetivo traçado para esta época: Ficar nos primeiros quatro classificados.

{saudioplayer}http://radiocampanario.com/sons/desp%20luis%20canhoto%2024%20marco.MP3{/saudioplayer}

Marco Calaça em declarações à Rádio Campanário disse que o Bencatelense foi a melhor equipa em campo conseguindo bloquear todos os pontos fortes do Calipolense, acrescentando que “isto é mais do mesmo”.

{saudioplayer}http://radiocampanario.com/sons/desp%20marco%20calaca%202r%20marco.MP3{/saudioplayer}


Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31