Sousel

CCDR: Sec. de Estado Carlos Miguel congratula-se por existirem dois candidatos no Alentejo, “fico feliz por os autarcas alentejanos poderem escolher” (c/som)

Entrevistas 09 Out. 2020

Na manhã de hoje foi a inauguração do Centro de Recolha Oficial de Animais de Sousel, que contou com a presença do Secretário de Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Carlos Miguel.

À margem da inauguração o Secretário de Estado falou das eleições para as Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) que ocorrerão no próximo dia 13 de outubro.

Na presença do atual presidente da CCDR Alentejo e também candidato, o Secretário de Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional congratula a existência de dois candidatos a concorrer no Alentejo para as eleições de 13 de outubro, enaltecendo que esta é a “a única das cinco regiões em que os autarcas podem optar por dois candidatos”.

O Secretário de Estado Carlos Miguel, recorda que a democracia “é a alternativa, o podermos escolher”, referindo ficar “feliz por os autarcas alentejanos terem a possibilidade de escolher entre dois candidatos para assegurar a liderança da CCDR do Alentejo”.

Sobre estas eleições afirma ainda que “ganhe quem ganhar”, sabe que “será uma liderança profícua com grandes apoios e que sirva o território e servindo o território servirá as pessoas em coligação entre o Governo, a CCDR e os municípios”.

O Secretário de Estado agradece ainda ao atual presidente da CCDR Alentejo pelo seu trabalho que “muito tem contribuído para o desenvolvimento do Alentejo”.

Recorde-se que no próximo dia 13 de outubro são as eleições para as cinco Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR), nomeadamente, Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve.

No entanto, no Alentejo, contrariamente ao que acontece nas restantes CCDR são dois os candidatos a presidente: António Ceia da Silva, atual presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, e Roberto Grilo, atual presidente da CCDR Alentejo.

Até agora os presidentes das cinco CCDR - Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve - eram nomeados pelo Governo. Os mandatos para os presidentes e vice-presidentes das CCDR serão de quatro anos e a respetiva eleição decorrerá nos 90 dias seguintes às eleições para os órgãos das autarquias locais. No entanto, excecionalmente, este ano decorrerão em outubro e o mandato será de cinco anos, para que os novos eleitos possam acompanhar as negociações dos fundos estruturais que estão a decorrer com Bruxelas.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31