Evora

“Esta parceria da ELIO com o CEiiA é estruturante, vai permitir criação de emprego na área da agricultura” diz Min. Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (c/som e fotos)

Entrevistas 02 Out. 2020

Como a RC noticiou, o  CEiiA (Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto) e a ELIO apresentaram esta sexta feira, dia 02 de outubro, em Évora, nas instalações do CEiiA no PACT (Parque do Alentejo de Ciência e Tecnologia), uma nova empresa conjunta que tem como ambição revolucionar o setor agroflorestal através da monitorização e gestão autónoma de ativos, transformando dados em insights de negócio.

Na apresentação estiveram presentes a Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, e o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor.

A RC este na apresentação desta nova empresa e falou com que o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior que definiu esta empresa como “estruturante” para a região e também para o País.

Manuel Heitor refere que “é estruturante porque reúne um centro tecnológico português e por isso a capacidade do conhecimento ser apropriado em Portugal com uma empresa estrangeira”.

O Ministro afirma que “é particularmente importante, em termos de política industrial que a entrada de empresas estrangeiras em Portugal sejam feitas em estreita articulação com instituições que possam apropriar o conhecimento e depois em Portugal desenvolver grandes esforços para o exportar e esta empresa tem essas componentes, é uma empresa brasileira que se junta com um grande centro tecnológico com o objetivo de criar uma plataforma de novos serviços para a agricultura sustentável em Portugal”.

Para Manuel Heitor esta união das empresas é “oportuna num quadro de arranque do novo quadro de financiamento plurianual, no plano de recuperação económica e numa área que é particularmente crítica para Portugal e para a Europa que é o aumento da produtividade dos solos, reduzindo a pegada ecológica e por isso o uso de químicos, mas também preservando a sustentabilidade de um recurso que é particularmente escasso que é a água”.

“Esta conjugação destes três fatores, mais a produtividade dos solos e portanto mais riqueza e menos produtos químicos e menos água requer novos temas de sensores, novos temas de informação como aqueles que hoje estão aqui a ser desenvolvidos e por isso esta parceria da ELIO com o CEiiA vem trazer a Évora a capacidade de criar emprego qualificado numa área particularmente crítica que é o desenvolvimento da agricultura do Alentejo”, frisa.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31