Alentejo

14 estruturas artísticas do Alentejo exigem aumento do orçamento para a cultura na região

Regional 19 Nov. 2019

Foi lançado um manifesto em defesa da cultura no Alentejo, 14 estruturas artísticas exigem o aumento da dotação orçamental para a região.

Os autores do manifesto “exigem o aumento da dotação orçamental para a cultura no Alentejo de forma a que todas as candidaturas sejam apoiadas e que, nesta região, se cumpra o direito de acesso à cultura de todos os cidadãos”.

No manifesto, as catorze estruturas referem que “uma vez mais a região do Alentejo foi penalizada na distribuição do investimento público para as artes”.

Para os promotores do manifesto, o resultado provisório dos Apoios Sustentados da Direção-Geral das Artes 2020-21 evidencia “o desinvestimento na cultura e na arte produzida num território que corresponde a 1/3 da totalidade do território nacional”.

Este manifesto é promovido e tem como primeiros subscritores A Bruxa Teatro, Algures, Alma D’Arame, BAAL 17, CENDREV, Companhia de Dança Contemporânea de Évora, Eborae Musica, Marvão Music, Musibéria, Oficinas do Convento, Lendias d’Encantar, Projecto Ruínas, Um Colectivo, Associ’arte Évora.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31