Imprimir esta página

Alentejo

'Transportes a pedido' para o Alentejo poderão vir a ser uma realidade, diz Carlos Zorrinho (c/som)

Regional 19 Mar. 2019

O governo recentemente aplicou uma redução aos passes sociais nos grandes centros metropolitanos, a Rádio Campanário procurou saber junto de Carlos Zorrinho, eurodeputado pelo PS, se essa medida ou medidas similares podem vir a beneficiar as populações do interior do Alentejo.

Para Carlos Zorrinho o investimento em Lisboa e Porto é “bem feito”, no entanto considera que “temos de dar uma resposta forte de transportes para o interior, nomeadamente o projeto ‘transporte a pedido’ para o Alentejo”.

A Campanário questionou o eurodeputado sobre se a medida implementada nas grandes áreas metropolitanas será transversal ao Alentejo, ao que Carlos Zorrinho revelou que “segundo sei é uma medida transversal para o Alentejo, está a ser desenvolvida pela CCDRA, pela ADRAL”. Acrescentado que “a nossa atitude é dizer ‘ok, Lisboa ótimo, Porto ótimo, é bom até porque nós lá vamos, mas queremos a contrapartida para o nosso Alentejo, onde temos condicionantes de mobilidade, e o transporte a pedido é um modelo que pode combater essas condicionantes”.

“Menos do que atacar aquilo que está a ser feito em Lisboa, que é bem feito devemos exigir para o interior um investimento forte na acessibilidade aos transportes”
Carlos Zorrinho

Carlos Zorrinho escusou-se a revelar mais informações, uma vez que considera  “ser da responsabilidade de quem está a preparar a candidatura do projeto fazer o anúncio”, no entanto deixou aos nossos microfones a exigência “a quem está a desenvolver este projeto” para que o realizem, acrescentando “por favor façam em vez de ficarmos a olhar, por cada euro que invistam em Lisboa e no Porto nós também queremos um euro investido nas nossas regiões”.