09 Fev. 2023
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00

Vila Vicosa

“A candidatura de V.V é de todos;é essencial ter outros aliados como é o caso das Forças Armadas” diz Presidente da CM de Vila Viçosa(c/som e fotos)

Regional Escrito por  09 Dez. 2022

 

O Município de Vila Viçosa está a trabalhar no processo de candidatura de Vila Viçosa a Património Mundial da Unesco e faz parte da sua estratégia a congregação de esforços com várias entidades, por forma a que este desígnio, que já vem de 2001, seja atingido.

Neste sentido, foi ontem assinado, ao final da tarde, no Salão Nobre dos Paços do concelho, em Vila Viçosa, um protocolo de colaboração entre a Câmara Municipal de Vila Viçosa e o Estado Maior General das Forças Armadas, no âmbito da Candidatura de Vila Viçosa a Património Mundial.

A Rádio Campanário esteve presente e falou com Inácio Esperança, Presidente da CM de Vila Viçosa, que começou por nos referir que “este protocolo é um protocolo que visa o apoio do estado Maior General das Forças Armadas aos estudos, aos eventos e medidas que a Autarquia possa vir a tomar e que vão desce a partilha de documentos , à realização de eventos e à disponibilização de imagens , de algo que seja propriedade das Forças Armadas.”

A vertente da História militar, refere o Presidente da Autarquia “não estava muito explorada na anterior estratégia e que agora estamos a tentar implementar e que se prende com a importância de Vila Viçosa em muitos momentos importantes para Portugal mas também com a importância estratégica para o Mundo da Centralidade de Vila Viçosa e das decisões aqui tomadas ao nível dos impérios hispânicos.”

Inácio Esperança considera ainda que “uma candidatura deste tipo não se faz só com uma Instituição, que é a CM de Vila Viçosa, por mais que queiramos e que investamos nisso.”

A este propósito refere ainda “esta tem que ser uma candidatura de todos os calipolenses e tem que ter apoios de outras instituições e com outros aliados, como é o caso das Forças Armadas e outras.”

A Autarquia está a desenvolver várias iniciativas que pretendem “envolver a população, nomeadamente a comunidade escolar, sensibilizando-as para a candidatura e envolvê-las neste processo.”

O dossier de candidatura tem que ser entregue até fevereiro de 2023 no entanto, realça o presidente calipolense, a decisão não será tomada de imediato e pode demorar dois a três anos.

Inácio Esperança conclui sublinhando a importância desta candidatura referindo “uma candidatura a Património Mundial é essencial para uma terra como a nossa e para a preservação do nosso território.”

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Fevereiro 2023 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28