19 setembro, 2019
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00

Vila Vicosa

A CPCJ de Vila Viçosa associa-se à iniciativa Nacional do Laço Azul Humano no dia 30 de abril

Publicado em Regional 26 abril, 2019

Por proposta da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens, as Comissões de Proteção de Crianças e Jovens de todo o país foram convidadas a juntar-se a uma iniciativa de âmbito nacional de encerramento do mês de Abril, mês em que por todo o país se dinamizaram as mais variadas iniciativas de prevenção contra os maus tratos na infância. Trata-se da construção de um Laço Azul Humano, para alertar toda a comunidade para a importância de se combater este flagelo.

A história do laço azul iniciou-se em 1989, na Virgínia, E.U.A quando uma avó, Bonnie W. Finney, amarrou uma fita azul à antena do seu carro para fazer com que as pessoas se questionassem. A história que Bonnie contava à comunidade que a interpelava era trágica, pois relatava os episódios de maus-tratos de que a sua neta tinha sido vítima. O seu neto já tinha sido morto por maus tratos, de forma brutal. A cor azul escolhida representava os corpos cheios de nódoas negras das duas crianças. O azul servir-lhe-ia como um alerta constante para a sua luta na proteção das crianças contra os maus tratos.

Esta campanha ganhou expressão por todo o mundo e, atualmente, muitos países usam as fitas azuis, durante o mês de abril, em memória daqueles que morreram em resultado do abuso infantil e como forma de apoiar as famílias e fortalecer as comunidades nos esforços necessários para prevenir o abuso infantil e a negligência.

A CPCJ de Vila Viçosa, com o apoio do Município, do Agrupamento de Escolas e restantes parceiros, não poderia deixar de aderir ao evento e no dia 30 de abril, pelas 14h00, convidam todos aqueles que se quiserem juntar a esta causa a vestir uma camisola azul e a fazer parte do nosso laço azul no Largo do Terreiro do Paço. Contaremos com a presença das 256 crianças do 1.º ciclo que vestirão uma T-shirt azul, oferecida pelo Município, com o lema definido pela Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens para o Mês de Abril: “Serei o que me deres… que seja Amor”. A prevenção dos maus tratos na infância é responsabilidade de todos!

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30