Evora

A partir de 15 de maio Governo poderá decidir sobre a construção do novo Hospital de Évora (c/vídeo)

Publicado em Regional 20 fevereiro, 2019

José Robalo, presidente da Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo e líder do grupo de trabalho responsável pela preparação do lançamento do concurso do novo Hospital Central do Alentejo, disse esta quarta-feira, 20 de fevereiro, que deverá ter toda a documentação necessária para a conclusão do processo em maio. 

O responsável, que falava numa audição parlamentar na Comissão de Saúde, por requerimento do PCP, referiu contar que “até 15 de maio deste ano ter toda a documentação necessária para que o Governo possa decidir sob a construção do novo hospital”. 

José Robalo reconhece ainda atrasos no lançamento do concurso devido à demora nas negociações com o consórcio responsável pelo projeto e aponta que, por ser um concurso internacional, “vai demorar algum tempo a ser concretizado”. 

Mais, reconhece o responsável que o grupo de trabalho “não conseguiu efetivamente concretizar os 6 meses que foram dados para ter toda a documentação”, assumindo que até 15 de maio contam ter toda a documentação. 

Em resposta às questões dos deputados das várias forças políticas, José Robalo diz que as dificuldades encontradas apenas se prendem com “a negociação com o consórcio”, reconhecendo que "Demorámos efetivamente muito tempo nesta negociação. Em junho ou julho [de 2018], o hospital ficou encarregue de fazer uma negociação mais próxima com o consórcio, para chegar a alguma conclusão, e só nos foi possível chegar a esse encerramento do processo em 23 de janeiro de 2019". 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30