Aljustrel

“Ajuste de contas” com armas de fogo termina com dois feridos e intervenção da PJ

Regional 16 Jul. 2020

Esta noite, em Aljustrel, mais concretamente na aldeia de Montes Velhos, tiros e agressões à coronhada em “acerto de contas” levaram a que a Polícia Judiciária (PJ) fosse chamada e tudo aponta para que a rixa resulte do tráfico de estupefacientes, avança o Lidador Notícias (LN).

Os inspetores da Diretoria do Sul da Polícia Judiciária (PJ) foram chamados na madrugada de ontem a Montes Velhos para investigar uma rixa, onde para além de agressões à coronhada, foram feitos vários disparos com armas de fogo.

A altercação envolveu um casal da aldeia e indivíduos residentes em Aljustrel e Beja. As autoridades acreditam que a rixa foi provocada por um acerto de contas relacionado com o tráfico de drogas.

A GNR foi alertada para os desacatados cerca das 23h00, tendo feito deslocar militares do posto de Aljustrel e do Destacamento de Intervenção e um binómio especializado na deteção de estupefacientes. Como houve a utilização de armas de fogo, foi alertada a PJ que passou a tutelar a investigação do processo.

Segundo apurou o LN, da rixa resultaram dois feridos ligeiros, que depois viriam a ser detidos pelos militares da Guarda, por posse de estupefacientes e armas proibidas, sendo posteriormente libertados por ordem do Ministério Público (MP).

Uma mulher, com 20 anos, foi transportada para o Serviço de Urgência (SU) do Hospital de Beja, onde deu entrada sob escolta da GNR, pouco antes das 05h00, acabando ao início da manhã por ter sido libertada por determinação do MP, tendo continuado em observação no SU da unidade de saúde.

Depois de ouvir parte dos envolvidos, as autoridades terão chegado à identificação de alguns suspeitos que se deslocaram a Montes Velhos, mas não foram feitas outras detenções.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31