Alandroal

Alandroal atinge 0€ de dívida a fornecedores e reduz 1M€ ao endividamento, autarca diz ter conseguido com “redução de encargos diretos do município” (c/som)

Publicado em Regional 06 março, 2019

Segundo informação divulgada pela autarquia de Alandroal, o município atingiu o nível zero de pagamentos em atraso a fornecedores e reduziu mais de 1 milhão de euros ao endividamento em 2018.

Em declarações a esta estação emissora, João Grilo, presidente da Câmara Municipal de Alandroal, explica as medidas tomadas para tornar estes números possíveis.

Para aumentar a disponibilidade de recursos, tem vindo a haver um corte nas despesas decorrentes do funcionamento do próprio município, nomeadamente “em combustíveis, em consumíveis, em eletricidade, em água”.

Este processo de redução da despesa interna, “ainda pode ir muito mais longe”, aponta o autarca.

Escusando-se a avançar valores, o presidente de Alandroal diz que as medidas tomadas até então permitiram uma redução “quase para metade” dos consumos de combustível, tendo sido também negociado “um novo contrato de telecomunicações que também fez cair para metade os custos”.

Para esta redução, contribui por exemplo um trabalho de gestão dos postos de consumo de água, em que “muitos deles não estavam contabilizados, ou não sendo do município” estavam a seu cargo.

 “Há um trabalho que temos estado a fazer de redução de encargos diretos do município, que tem um efeito prático na nossa gestão”
João Grilo

Recorde-se que o Município de Alandroal iniciou o pagamento de 16,5 milhões de euros de empréstimo do Fundo de Apoio Municipal (FAM) no último trimestre de 2018, o que obriga a que “as receitas de impostos” se fixem no máximo. O autarca aponta como “objetivo harmonizar as contas da câmara no mais curto espaço de tempo possível para começar a baixar esses valores”.

Questionado sobre os entraves que os valores impostos pelo FAM trazem ao investimento empresarial em Alandroal, o autarca afirma que “o FAM acaba por ser uma limitação séria para o desenvolvimento do concelho”.

João Grilo assevera que “era preferível o município não ter chegado a estes pontos de endividamento”, que força “os munícipes a pagar impostos no máximo, água no máximo”, esperando, ainda assim, que os números agora divulgados, transmitam alguma confiança à população no caminho que está a ser percorrido.

Segundo as informações divulgadas pela autarquia, na última sessão da assembleia municipal, o presidente da câmara municipal de Alandroal, João Grilo, informou que o município atingiu, e vai manter, o nível zero de pagamentos em atraso a fornecedores, valor que no final do mandato anterior se situava nos 70 mil euros.

Na mesma informação, datada de 21 de fevereiro, os fundos disponíveis eram de 1 milhão e duzentos mil euros – mais 200 mil euros que em igual período do ano passado – e as disponibilidades da autarquia eram de 2 milhões e 300 mil euros, mais 300 mil euros que janeiro último. No ano de 2018 o município entregou ao FAM 256 mil euros de juros e 418 mil euros de amortização e reduziu o seu endividamento global em 1.072.633,40 euros, encerrando o ano com uma redução do endividamento de cerca de 600 mil euros acima do previsto no Plano de Assistência Municipal (PAM) para essa data.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Abril 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30