Alentejo

Alentejo atinge máximo histórico na produção de azeite com 78% da quota nacional (c/som)

Regional 20 Jul. 2018

O ano agrícola 2016/2017 fica marcado pelo máximo histórico atingido na produção de azeite, do qual a região alentejana foi responsável por mais de 1 milhão de hectolitros, ou seja, três quartos da produção nacional.

No fundo, os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), divulgados esta sexta-feira, dia 20 de julho, “confirmam as espectativas” dos produtores, onde o Alentejo lidera e é “cada vez mais a grande região produtora de azeite, muito devido aos novos olivais instalados após a infraestrutura de Alqueva estar concluída”, afirma Gonçalo Morais Tristão, presidente da CEPAAL.

Com a produção de mais de milhão de hectolitros, a maior parte Azeite Virgem extra, significa em termos percentuais “que o Alentejo tem mais ou menos 78% da produção de azeite nacional”, onde para além da quantidade, o presidente do Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo destaca “a qualidade do azeite que se produz”.

Deve-se, sobretudo, a um “trabalho muito grande em termos da produção, métodos de cultivo, colheita e a rega”, destacou, na qual o aproveitamento da água foi essencial, tal como é o caso dos olivais de sequeiro, em que “houve chuvas que favoreceram” a produção neste tipo de olival.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Novembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30