22 agosto, 2019
 

Saude

Alentejo: Cerca de 90% de adesão e cirurgias adiadas no primeiro dia de greve dos enfermeiros

Publicado em Regional 13 agosto, 2018

A greve dos enfermeiros iniciada esta segunda-feira, 13 de agosto, regista uma adesão a rondar os 90% nos hospitais do Alentejo, que resultou no adiamento de cirurgias, avançou à comunicação social, a Federação Nacional dos Sindicatos dos Enfermeiros (FENSE).

A mesma fonte aponta para uma adesão à greve de 93% dos enfermeiros no Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE) e de 91% no Hospital de Beja, integrado na Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, sendo que em ambas "as consultas externas estão a funcionar sem enfermeiros e as cirurgias programadas foram adiadas”.

Nos Hospital de Portalegre, sem dados concretos, prevê uma adesão semelhante à média da região.

A taxa de adesão é semelhante de norte a sul do país, sendo que os enfermeiros exigem a conclusão da negociação do Acordo Coletivo de Trabalho entregue pelos sindicatos a 16 de agosto de 2016, a criação de uma carreira especial de enfermagem, o descongelamento da carreira. Neste sentido, os sindicatos recordam que o Estado deve aos Enfermeiros 13 anos, 7 meses e 25 dias nas progressões, e a revisão das tabelas remuneratórias.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31