05 Dez. 2022
Nuno Rocha
Madrugar
07:30-09:00

Alentejo

Alentejo com quatro projetos selecionados na área do desenvolvimento sustentável!

Regional Escrito por  Nota de Imprensa 04 Out. 2022

A edição de 2022 do Programa Promove, uma iniciativa da Fundação "la Caixa", em colaboração com o BPI e em parceria com a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), concedeu apoios a fundo perdido de perto de 3,6 milhões de euros a um total de 20 projetos e 9 ideias destinados a impulsionar o desenvolvimento sustentável de regiões do interior de Portugal.

 

Da lista dos vencedores da 4ª edição do Programa Promove fazem parte 7 projetos de Investigação e Desenvolvimento (I&D) mobilizadores, 13 projetos-piloto e 9 ideias inovadoras centrados na gestão de recursos naturais, fomento de novos polos de desenvolvimento e atração de turistas e novos residentes. Os projetos apoiados repartem-se entre as regiões do interior norte (8), centro (9) e sul (3) do país. Na vertente de ideias, o norte representa mais de metade das equipas de estudantes selecionadas (5), com as restantes repartidas pelo centro (3) e sul (1).

Os projetos I&D mobilizadores selecionados estão enquadrados em domínios estratégicos identificados pelo Governo português para o desenvolvimento do interior, nomeadamente: parques e reservas naturais, estudos sobre riscos biológicos e promoção de novas culturas e produtos naturais.

Em quatro edições, o Programa Promove já apoiou 46 projetos e 22 ideias inovadoras, num valor total de perto de 7,6 milhões de euros. Deste montante, 2,5 milhões foram assegurados pela FCT ao abrigo de um acordo de financiamento conjunto ("matching funds"), através do qual, desde 2021, a FCT iguala a contribuição da Fundação "la Caixa". 

A Fundação ”la Caixa” iniciou em 2018 a sua implantação em Portugal, consequência da entrada do BPI no CaixaBank. Em 2022, destina 40 milhões de euros a projetos sociais, de investigação, educativos e de divulgação cultural e científica. A Fundação mantém o seu compromisso de alcançar um investimento de até 50 milhões de euros anuais nos próximos anos, quando todos os seus programas estiverem implementados e a funcionar em pleno.

Deste total de 20 projetos, quatro deles pertencem ao Alentejo passadndo por Évora, Reguengos de Monsaraz e Elvas.

Conheça-os aqui:

  • SenseProTomate

Promotor: Universidade de Évora - Instituto Mediterrâneo para a Agricultura, Ambiente e Desenvolvimento (MED)

Domínio temático: Estudos sobre riscos biológicos

Região e município: Sul - Évora

O projeto tem por objetivo gerar modelos que permitam a utilização da deteção remota para monitorizar, em tempo real e em larga escala, o estado sanitário e qualidade das culturas de tomate para a indústria, mediante avaliação direta da presença de míldio, fusarium e verticillium, do estado nutricional das plantas, de parâmetros fisiológicos da planta e da qualidade do fruto.


 

  • Recintos Cerimoniais das Terras do Guadiana: ativar uma paisagem ancestral a partir dos Perdigões

Promotor: ERA Arqueologia, Conservação e Restauro e Gestão do Património S.A.

Domínio temático: Valorização do capital simbólico – oferta cultural e artística

Região e município: Sul – Reguengos de Monsaraz

O projeto visa a ativação social do património arqueológico dos recintos de fossos pré-históricos da bacia do Guadiana, através da valorização do Complexo Arqueológico dos Perdigões (Monumento Nacional) e do património histórico e paisagístico associado, abrangendo vários concelhos do interior alentejano e a região imediata transfronteiriça.


 

  • AlViGen: Criação de polo no Alentejo para a Vigilância Genómica de doenças na agricultura

Promotor: InnovPlantProtect - Associação

Domínio temático: Novos polos de especialização – centros de competências, serviços e investigação

Região e município: Sul – Elvas

Este projeto tem objetivo a criação de um polo de vigilância genómica no Alentejo, integrando parceiros nacionais, de Espanha e do Reino Unido, centrado no trigo e no olival. A informação produzida beneficiará os produtores na gestão das suas culturas e permitirá informar as políticas das autoridades de combate à transmissão de pragas.


 

  • Seedballs 100% portuguesas: uma ideia natural para promoção de recursos vegetais com interesse para a conservação

Instituição Ensino Superior: Universidade de Évora

Domínio temático: Prevenção de riscos naturais – adaptação às alterações climáticas

Região: Sul

Promover o scale up do fabrico de seedballs (esferas de argila, sementes e compostos orgânicos utilizadas como técnica de sementeira) 100% portuguesas, com sementes diferenciadas regionalmente e recurso a subprodutos nacionais.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31