07 Jul. 2022
 
3 p’rás 5
15:00-17:00

Alentejo

Alentejo é a única região do continente onde o desemprego não aumentou em 2020

Regional Escrito por  28 Abr. 2021

 

A taxa de desemprego aumentou, em 2020, na maioria das regiões da União Europeia (UE) e também em Portugal, com exceção de duas: o Alentejo e Açores.

Os dados foram avançados hoje pelo Eurostat.

Segundo refere esta informação, o desemprego aumentou em Portugal de 6,5% em 2019 para 6,9% em 2020, mantendo-se abaixo da média da União Europeia (UE 7,1%, face aos 6,7% de 2019).

A região do Algarve foi a que registou a maior taxa de desemprego em 2020, atingindo os 8,4% (7,1% no ano anterior), seguida da Madeira (8,1% face a 7,1%), da Área Metropolitana de Lisboa (7,7%, que se compara com 7,2% em 2019), da região Norte (6,9%, acima dos 6,7% de 2019) e da média nacional (6,9%).

A região Centro (5,7%, face a 5,0% de 2019) apresentou a menor taxa de desemprego em 2020, seguida pelo Alentejo (5,9% face a 6,9% do ano anterior) e dos Açores (6,1%, abaixo dos 7,9% homólogos).

O desemprego as regiões da UE variou, em 2020, entre os 1,8% na região de Wielkopolskie, na Polónia, seguida por taxas de 1,9% e 2,0% em duas regiões da República Checa e de 2,3% em outras regiões Checas, incluindo a da capital, Praga.

No outro extremo da tabela estão regiões de Espanha: Ceuta (24,5%), Melilla (23,7%), Ilhas Canárias (22,6%) e Andaluzia (22,3%).

Ainda assim, a taxa de desemprego aumentou 0,4 pontos percentuais em 2020 devido ao impacto que a pandemia da covid-19 teve no mercado de trabalho.

 

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Julho 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31