Alentejo: Nos primeiros seis meses do ano cerca de 29 mil pessoas fizeram o rastreio de doenças oncológicas

Regional Escrito por  31 Jul. 2015

A Administração Regional de Saúde do Alentejo, deu recentemente a conhecer os resultados dos rastreios de doenças oncológicas realizados nos primeiros seis meses deste ano de 2015.

No que diz respeito aos rastreios do cancro da mama, decorreram nos 4 Agrupamentos de Centros de Saúde do Alentejo (Portalegre, Évora, Beja e Alentejo litoral), tendo sido rastreadas mulheres entre os 45 e os 69 anos. Foram convidadas 27.935 mulheres, das quais 17578 foram rastreadas, havendo uma taxa de adesão de 62,92%. Neste âmbito 272 mulheres de 290 efetuaram a aferição, sendo 77 encaminhadas para observação hospitalar.

Relativamente aos rastreios do cancro do colo de útero, estes que também se realizaram nos 4 Agrupamentos de Centros de Saúde do Alentejo, sendo que neste caso foram convidadas 15003 mulheres entre os 25 e os 64 anos, das quais 10464 foram rastreadas.114 Mulheres fizeram aferição do resultado do rastreio primário por citologia em meio líquido, nas consultas de patologia cervical dos 4 Hospitais, não foi identificada nenhuma patologia maligna. 

No que respeita ao rastreio do Cancro do Colon e Reto, decorreu no Agrupamento de Centros de Saúde do Alentejo Central a Homens e Mulheres entre os 50 e os 74 anos. Aqui foram convidados 1135 utentes, sendo que foram rastreados 794 homens e mulheres. 56 Utentes foram convidados para fazer aferição do resultado do rastreio primário por pesquisa de sangue oculto nas fezes. 54 Utentes aceitaram o convite no CS, e 52 realizaram colonoscopia. Resultados ainda em processamento no HESE-EPE.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31