COVID19 ALENTEJO

Alentejo registou mais 521 óbitos em tempos de COVID-19 em relação à média dos últimos anos

Regional 18 Set. 2020

De acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), na publicação “A mortalidade em Portugal no contexto da pandemia COVID-19 - semanas 1 a 35”, entre 2 de março, data em que foram diagnosticados os primeiros casos positivos em Portugal, e 30 de agosto, foram registados 57.971 óbitos no país, mais 6.312 óbitos do que a média, em período homólogo, dos últimos cinco anos. Do total de óbitos, 1.822 foram devido à COVID-19.

O INE adianta ainda que o aumento dos óbitos, registado a partir de março de 2020, atingiu um pico na semana 15 (6 a 12 de abril), reduzindo-se gradualmente até ao fim do período de Estado de Emergência (3 de maio).

Entre 2 de março a 30 de agosto, comparando com a média de óbitos observada no período homólogo de 2015-2019, a região Norte lidera o excesso de mortalidade com mais 2752 morte, seguida da Área Metropolitana de Lisboa, que regista mais 1592 óbitos. O Centro registou mais 1192 óbitos, o Alentejo 521 e o Algarve contabilizou 217 mortos. Também as regiões autónomas da Madeira e dos Açores mostram um acréscimo de mais 69 e 57 mortes respetivamente.

No período entre 02 de março e 30 de agosto, morreram mais mulheres (29.391) do que homens (28.400), mais 3.715 e 2.597 óbitos, respetivamente, em relação à média de óbitos observada no período homólogo de 2015-2019.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31