Alqueva

Alentejo terá mais 50 mil hectares de regadio com investimento no Alqueva

Publicado em Regional 20 novembro, 2017

O Alqueva vai ser ampliado em 2018 para regar mais 50 mil hectares com a criação de mais 13 blocos de rega no Alentejo e levar água para abastecimento público a mais cinco concelhos, num investimento de 210 milhões de euros, revelou esta quinta-feira o ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos.

Segundo o governante, o investimento “inclui um vasto conjunto de obras que o Governo quer ter concluído até 2022, para criar mais 49 mil hectares de regadio distribuídos por 13 novos blocos de rega, espalhados um pouco por toda a região do Alentejo”, sendo sete no distrito de Beja, cinco no de Évora e um no de Setúbal.

Aljustrel, Beja, Cuba, Moura, Vidigueira e Serpa, no Baixo Alentejo, Alandroal, Évora, Reguengos de Monsaraz, Monsaraz e Viana do Alentejo no Alentejo Central e em Santiago do Cacém, na costa alentejana, serão os locais de benefício dos novos blocos de rega.

“Além dos blocos de rega, a ampliação prevê também um investimento muito importante numa ligação para levar água do Alqueva aos concelhos de Castro Verde, Almodôvar e Ourique, e parte dos de Odemira e Mértola”, sublinhou Luís Capoulas Santos.

De acordo com o Ministro, a ampliação do projeto do Alqueva enquadra-se no Plano Nacional de Regadios.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31