Alqueva

Alqueva vai ter a primeira central fotovoltaica de grande dimensão em estrutura flutuante do país em 2019

Regional 19 Dez. 2018

A “DST Group”, empresa construtora sediada em Braga, foi a vencedora do concurso público que a Empresa de Desenvolvimento e Infra-Estruturas do Alqueva (EDIA) lançou para a construção da primeira central fotovoltaica de grande dimensão a ser instalada numa estrutura flutuante em Portugal. A montagem dos cerca de 3 mil painéis fotovoltaicos flutuantes vai começar em fevereiro do próximo ano e prevê-se que o sistema esteja a operar já em agosto de 2019.

Esta central fotovoltaica de grande dimensão vai ser implementada no Alqueva, mais precisamente na zona de Cuba, no distrito de Beja. Sendo que a empresa fica responsável pela construção da central, mas também pela manutenção e operação desta nos três anos a seguir ao início da laboração.

Em termos tecnológicos, esta solução flutuante tem várias vantagens e poderá inclusive ajudar a colmatar os custos energéticos da operação do Alqueva. Uma vez que ao estar sobre a água, esta permitirá o arrefecimento dos painéis, fazendo aumentar a eficiência da conversão, produzindo assim mais energia do que os painéis comuns, no solo.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Fevereiro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29