Estremoz

Antiga Fábrica de Moagem e Eletricidade de Estremoz vai ser classificada como bem de interesse municipal

Publicado em Regional 08 fevereiro, 2019

A Câmara de Estremoz vai classificar como bem de interesse municipal o Edifício das Antigas Fábricas da Companhia de Moagem e Eletricidade de Estremoz e Veiros, disse a autarquia. 

De acordo com a informação divulgada à RC, a proposta foi aprovada por unanimidade pelo executivo na última reunião de Câmara, realizada a 6 de fevereiro. 

O histórico edifício fora em tempos a primeira moagem eléctrica do concelho e abastecia a cidade de energia eléctrica. Na segunda metade do século XX foi registado em nome de várias federações e instituições de matriz agrícolas, sempre ligado ao setor cerealífero até passar para o domínio público, já devoluto. 

Na gestão do município de Estremoz o edifício renasceu e em 1987 acolheu mais de 4000 peças da faina agro-pastoril. Era um espólio constituído por peças encontradas em lixeiras, em casões devolutos ou abandonadas ao ar livre, até peças doadas por agricultores e outras deixadas à guarda do município que fizeram daquele espaço o "Museu da Alfaia Agrícola”. 

No entanto, a continua degradação do edifício fez com que o Museu da Alfaia Agrícola deixasse de receber visitas em de 2004 e seis anos depois as coleções foram retiradas do edifício depois de ter sido assaltado.  

Recentemente o edifício foi adquirido pela Fundação Berardo que anunciou em 2018 um investimento no valor de 2,5 milhões de euros no edifício, onde será instalado, após obras de recuperação, um museu dedicado à arte africana. 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31