05 Dez. 2021
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00

Antigo cemitério totalmente abandonado e esquecido no Alentejo...

Antigo cemitério totalmente abandonado e esquecido no Alentejo... Centro de Estudos da Mina de São Domingos
Regional 27 Out. 2021

O Cemitério dos Ingleses da Mina de São Domingos foi construído em 1860 e é atualmente o único edifício que resta da aldeia primitiva, destruída para permitir a exploração mineira a céu aberto (corta).
De referir que o cemitério era uma necessidade para a comunidade que professava a religião anglicana pois estavam impedidos como “hereges” de ser enterrados nas Igrejas e Cemitérios Católicos e que até ao Séc. XVIII os cadáveres dos não Católicos tinham de ser enterrados em solo não consagrado ou jogados ao mar, conforme nota de imprensa enviada à nossa redação.
Portanto a ideia de que a existência deste cemitério seria resultado de um “capricho” ou uma vontade elitista de auto-segregação e que de alguma forma serviu de base ao antagonismo verificado após a falência da Mason & Barry Ldt e que serviu para “legitimar” moralmente o que correu nas décadas seguintes, não corresponde à realidade.
A partir de 1974 e até ao final dos anos 90, quando o espaço foi protegido pela Junta de Freguesia da Corte do Pinto, o cemitério foi alvo de profanação e vandalismo, pelo menos um dos corpos foi exumado ilegalmente, as lápides pintadas (com suásticas) e partidas, serviu de “casa de banho” e até como curral de ovelhas.
Mas tão grave como os atos de vandalismo verificados, foi o abandono a que a Comunidade Inglesa em Portugal e a Igreja Anglicana votaram ao Cemitério Inglês da Mina de São Domingos.
Sendo objetivo do Centro de Estudos da Mina de São Domingos a preservação do património imaterial da povoação e a memória de todos os que lá nasceram, habitaram e morreram, não podiam deixar que o Cemitério dos Ingleses prosseguisse pelo caminho do esquecimento e da desumanização.
Foi iniciado então um estudo, realizado a partir da consulta de diversas fontes e do cruzamento de dados da base de dados do Centro por forma a identificar as pessoas que estão ali enterradas, as suas relações familiares e dentro do possível, mesmo à distância de mais de um século contar a história das suas vidas, indo um pouco além do trabalho dos investigadores anteriores.
O Centro de Estudos da Mina de São Domingos espera que este trabalho sirva para mitigar algumas feridas e rancores não justificados que “assombraram” e ainda “assombram”, o Cemitério dos Ingleses da Mina de São Domingos e que os naturais e visitantes passem a olhar com mais conhecimento e respeito, para um lugar cheio de história e de histórias, onde repousam para a eternidade homens, mulheres e crianças cujo único “pecado” que cometeram foi falecerem longe da sua pátria e das suas famílias.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31