20 fevereiro, 2019
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00

Vila Vicosa

Após Câmara de Vila Viçosa rejeitar 2 propostas, “UNITATE apresenta nova proposta para o Lar de Pardais”, diz Tiago Abalroado (c/som)

Publicado em Regional 07 fevereiro, 2019

Tal como a Rádio Campanário havia noticiado, a UNITATE (Associação de Desenvolvimento da Economia Social) conquistou dois prémios monetários, que permitirão à entidade o desenvolvimento de dois projetos ao longo do presente ano. Um dos Prémios é o BPI Séniores, que disponibiliza cerca de 50 mil euros para a criação em Pardais de um espaço solidário interconcelhio (Vila Viçosa e Alandroal).

Tiago Abalroado (Presidente da Direção da UNITATE) explicou aos microfones da Rádio Campanário o ponto de situação do projeto.

O Presidente da UNITATE refere que “neste momento a UNITATE tem estado em negociações com a Câmara Municipal de Vila Viçosa (CMVV) no sentido de tentarmos ter ali um lar de idosos. No entanto a UNITATE pela avaliação que fez à sustentabilidade do imóvel, necessita de ter a garantia de que aquele investimento será um investimento seguro”. Tiago Abalroado explica ainda os contornos do contrato celebrado com a CMVV dizendo que, “o contrato que a UNITATE celebrou com a Câmara é um contrato frágil, como tal, a UNITATE propôs ao Município de Vila Viçosa um conjunto de alternativas para tornar este contrato mais robusto”.

Aos microfones da Rádio Campanário, Tiago Abalroado disse ainda que “nas duas propostas que a UNITATE fez, a câmara municipal não aprovou nenhuma delas e estamos neste momento a preparar uma terceira proposta, que esperamos nós que a camara a possa aceitar no sentido depois de podermos construir ali um lar de idosos”. “Tendo em conta os níveis de sustentabilidade que têm de ser garantido temos de chegar a um acordo com o município (proprietário do espaço)”.

“A UNITATE recebeu o prémio BPI Seniores, que gostaria de implementar em Pardais, mas neste momento estamos a ver a coisa um pouco comprometida

Tiago Abalroado

A UNITATE inicialmente previa construir um centro de dia, no entanto Tiago Abalroado explica que “um centro de dia, da forma como estava inicialmente previsto não é sustentável, pois existiriam 30 utentes e Pardais não têm 30 utentes com capacidade financeira para suportar os custos de um centro de dia. Teremos sempre de falar de uma resposta combinada, que seria centro de dia mais lar de idosos, mas para tal a UNITATE precisa de garantias de segurança do investimento”.

A Rádio Campanário tentou contactar a Câmara Municipal de Vila Viçosa de modo a apurar os factos que levaram as propostas a ser rejeitadas, mas até ao momento não nos foi possível.

                

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Fevereiro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28