Evora

Aqueduto voltará a fornecer água à cidade de Évora

Publicado em Regional 12 fevereiro, 2018

Para combater a escassez de água e fazer face às alterações climáticas, o município eborense vai reativar o aqueduto da Prata, revelou o presidente do município de Évora, Carlos Pinto de Sá, durante o debate sobre “A seca na região Alentejo: consequências e caminhos”, que o PCP realizou na semana passada na Universidade de Évora.

Concluído em 1537, a Câmara de Évora já decidiu recuperar o aqueduto que forneceu água a Évora durante 500 anos para a função que desempenhou até meados do século XX, ao qual o autarca destaca que “do ponto de vista patrimonial tem uma vantagem: obriga à sua manutenção regular”.

Num debate em que o tema central foi a seca e o desperdício de água nas redes públicas de abastecimento da região alentejana, o edil eborense advertiu para uma “nova abordagem e um novo paradigma” sobre a gestão de água, realçando que, para além do Alqueva, a região requer a adoção de novas soluções para o uso da água e decisões que tenham em conta a nova realidade meteorológica.

Os municípios alentejanos têm elevadas percentagens de água desperdiçada e não faturada, e no caso de Évora “é de 15%, gasta na sua maioria na lavagem de espaços públicos e nos problemas com os contadores”, referiu Carlos Pinto de Sá que admite a necessidade de requalificação da rede em baixa no concelho.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31