Alentejo

Área de vinha no Alentejo cresce 12,5% até 2021, diz presidente da CVRA (c/som)

Regional 09 Mar. 2018

O Governo anunciou recentemente que até 2022, o Alentejo terá um aumento da área de regadio em cerca de 51 500 hectares, assim como intervenções noutros 15 mil hectares.

Em declarações à Rádio Campanário, Francisco Mateus, presidente da CVRA (Comissão Vitivinícola Regional Alentejana), afirma que este investimento do Ministério da Agricultura “torna a região mais produtiva e capaz de gerar mais riqueza”.

Embora a vinha suja como uma cultura com baixo consumo de água, é necessária uma correta gestão da água nos terrenos, “para produzir vinhos de qualidade”.

O dirigente da CVRA afirma que o aumento da área de vinha “é uma trajetória que a CVRA assumiu desde 2016”, tendo vindo a emitir “recomendações relativamente à área de vinha que considera que representa um nível de crescimento sustentado para o Alentejo”, tendo sido estas de 100 hectares em 2016, e de 800 hectares em 2017 e em 2018.

Entre 2015 e 2018, aponta, “foram emitidas autorizações para cerca de 3 mil hectares”, que representam um aumento da área de vinha no Alentejo na ordem dos 12,5%, prevendo-se um igual aumento da produção.

O aumento sustentado da área de vinha e consequentemente da produção, garante que esta “vá para o mercado (…) com preços competitivos e que gerem riqueza para as empresas” da região.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31