×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
Imprimir esta página

Arqueólogo da Câmara de Serpa participará em audição parlamentar sobre a destruição de vestígios arqueológicos no Alentejo

Foto ilustrativa Foto ilustrativa
Regional 14 Dez. 2020

No próximo dia 15 de dezembro, terça-feira, a Câmara Municipal de Serpa participa numa audição na Assembleia da República, na Comissão de Cultura e Comunicação, sobre a não proteção e destruição de vestígios arqueológicos na região do Alentejo.

Nesta audição será ouvido um conjunto de especialistas, nomeadamente a Diretora Regional de Cultura do Alentejo, professores universitários, técnicos da Direção Regional de Cultura do Alentejo, o Sindicato dos Arqueólogos, associações de defesa do património e o arqueólogo Miguel Serra, pela Câmara Municipal de Serpa, sobre o tema das destruições e afetações de sítios arqueológicos na sequência da instalação de culturas agrícolas intensivas.

Em nota, o município de Serpa, refere que “consciente da necessidade de salvaguardar o património arqueológico concelhio, um dos maiores conjuntos nacionais, com mais de 800 sítios arqueológicos inventariados, e atento aos impactos causados pela transformação agrícola do território, também com implicações ambientais e de saúde pública, desenvolveu e melhorou uma série de procedimentos de âmbito preventivo, de que é exemplo o protocolo assinado com a Direção Regional de Cultura do Alentejo em 2020 para a salvaguarda do património arqueológico no âmbito de processos agrícolas, e irá informar os deputados sobre o seu modelo de atuação e as preocupações sentidas nesta matéria”.