Evora

ARS Alentejo autorizada a gastar 1,4 milhões para construção do novo Hospital de Évora

Regional 30 maio 2018

O governo publicou hoje, 30 de maio, em Diário da República, a portaria que autoriza a Administração Regional de Saúde do Alentejo, I. P. (ARS Alentejo), a assumir um encargo plurianual até ao montante de 1.422.458,13 euros, a que acresce IVA à taxa legal em vigor, na aquisição de serviços de consultadoria de apoio ao contrato de empreitada e fiscalização do novo Hospital Central do Alentejo, em Évora.

Os encargos deverão ser assumidos durante 6 anos, entre 2018 e 2023, com um teto máximo de 40.950,18 EUR em 2018, €163.800,65 EUR, em 2019, € 374.679,67 EUR em 2020, 374.679,67 EUR em 2021, 374.679,67 EUR em 2022 e 93.668,29 EUR em 2023.

Conforme a Rádio Campanário publicou, no passado dia 20 de março, a intenção do atual governo será a de abrir um concurso público internacional para a construção do novo Hospital Central do Alentejo nos próximos quatro meses, Tendo na altura constituído um grupo de trabalho composto por um conjunto de profissionais para ajudar a concretizar as peças concursais, onde se incluem o presidente da ARS, José Robalo, presidindo ao mesmo, e a presidente do Conselho Administrativo do Hospital de Évora, Maria Filomena Mendes, entre outros responsáveis da ARS Alentejo e do Hospital Espirito Santo de Évora.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Fevereiro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29