Assembleia Municipal de Beja exige instalação de fibra ótica nas aldeias!

Regional Escrito por  Nota de Imprensa 28 Set. 2022

A União de Freguesias de Albernoa e Trindade apresentou uma moção à Assembleia Municipal de Beja, que decorreu ontem, que foi subscrita por todas as freguesias do concelho.

O problema é comum a todas. “quem mora nas aldeias de Albernoa e Trindade, assim como nas outras, não tem menos direito ao acesso à fibra Ótica, do que os residentes na cidade” foi esta uma das afirmações do Presidente Carlos Casimiro, que foi o promotor da Moção aprovada por unanimidade na Assembleia Municipal e que foi também subscrita por todos os outros presidentes de junta.

Carlos Casimiro defende e representa assim a população que o elegeu e que tem posto a correr um abaixo assinado a exigir a ligação de internet por fibra nas suas casas. A situação é caricata ao ponto de haver pontos de fibra nas caixas centrais de cada aldeia, o que garante a publicidade da Meo que diz “que há cobertura”, mas depois não é ligada nas casas das pessoas. Carlos Casimiro acredita que “estamos perante uma manifesta situação economicista da empresa.

A ligação não é feita porque terá custos que a MEO não quer suportar, porque os clientes são menos do que estão habituados na cidade, mas é dever do meu executivo lembrar às autoridades e à Meo que o nosso voto vale tanto quanto o de um cidadão de Beja ou de Lisboa e por isso não podemos ser prejudicados por estratégias comerciais que não servem as pessoas nem a fixação de pessoas no território”

A moção lembra os dados de cobertura que a gestão da MEO refere ter atingido e cita ainda os números da Anacom, que refere que hoje em dia 9 em cada 10 instalações de internet são já de banda larga. Carlos Casimiro refere “que o 10ºcaso devemos ser nós, Albernoa, Trindade e as restantes aldeias do concelho de Beja, que estão à espera e sem respostas.

A pandemia trouxe novas pessoas às aldeias e vemos na fibra uma das possibilidades de fixar profissões nómadas, que precisam de boas ligações e que aqui se fixam, trazendo mais pessoas aos nossos territórios” A moção foi aprovada por unanimidade e a partir daqui será enviada pelos serviços da Assembleia Municipal de Beja à administração da MEO, à ANACOM, à Sra.Ministra da Coesão e aos três deputados eleitos pelo círculo de Beja.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Novembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30