Reguengos de Monsaraz

Autarca de Reg. de Monsaraz afirma "o nosso endividamento está controlado e gerido de forma exemplar, no final do mandato não teremos excessos" (c/som)

Regional 29 Jan. 2020

O concelho de Reguengos de Monsaraz é uma das pérolas turísticas da região e do país, tal como noticiado anteriormente pela RC. Muito desse sucesso deve-se ao forte investimento feito pela autarquia e outras entidades da requalificação e revitalização do património histórico do concelho.

Neste sentido a RC falou com José Calixto, presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, que começa por explicar que “as obras que temos feito em todo o património das fortificações, nós município e outras entidades temos desenvolvido projetos apoiados maioritariamente por fundos regionais”, declara.

O autarca explica que “no quadro comunitário atual, a Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz entra com 15%, que é um negócio excelente, pois estamos a deixar para as décadas futuras um património muito melhor que aquele que recebemos”.

“Estamos a ser responsáveis em termos de algo que é a nossa alma, a nossa memória viva”
José Calixto 

 

O presidente afirma que “é com muito orgulho que assumimos estas obras”, que permitem que praticamente todas as muralhas estejam requalificadas.

José Calixto refere que “Monsaraz tem vindo a ser requalificado gradualmente”, acrescentando que “a última obra que temos, no valor de 1.5M de euros, é igualmente comparticipada, tendo o município que colocar os 15% que não vêm de fundos comunitários”.

O edil lembra que “no passado já metemos muito mais, recordo-me de projetos que apenas foram financiados por fundos comunitários a 60%”.

“Apesar do endividamento controlado, temos a consciência que temos no território uma das maravilhas turísticas do país”
José Calixto

Questionado pela RC sobre a eventualidade de todo este investimento representar endividamento excessivo para a autarquia, José Calixto refere que “o nosso endividamento está controlado e gerido de forma exemplar, que nos vai permitir que no final deste mandato não tenhamos nenhum excesso”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Fevereiro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29