Alentejo

Avarias e material imobilizado nas oficinas tira 5 comboios por dia dos carris no Alentejo

Publicado em Regional 15 março, 2019

Entre 2017 e 2018, a CP suprimiu nas linhas do Oeste, Alentejo (Casa Branca – Évora) e Algarve 3322 comboios, dos quais 2411 por falta de material. As sucessivas greves são um dos fatores que explica a supressão de 855 comboios nestas linhas, tendo existido ainda 56 circulações que não se realizaram devido a problemas com as infraestruturas. Assim sendo, em 720 dias, circularam menos 5 comboios por dia que o inicialmente planeado.

As avarias e a impossibilidade da EMEF realizar manutenção nas automotoras por falta de pessoal, surgem no topo dos problemas que deixou os passageiros em terra. O troço Casa Branca – Beja registou 225 supressões pelos motivos acima referidos.

A constante irregularidade da oferta refletiu-se também nas receitas, no Alentejo a procura diminuiu de 139 mil passageiros para 116 mil, ou seja as receitas baixaram de 349 mil euros para 301 mil euros.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31