21 Abr. 2021
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

baixo alentejo

Baixo Alentejo sem aumento das verbas para a redução tarifária dos transportes públicos

Regional 19 Fev. 2021

O Governo reforçou os montantes a atribuir às comunidades intermunicipais com maior volume de deslocações pendulares inter-regionais, segundo a tabela com os fatores para a distribuição das verbas do Programa de Apoio à Redução Tarifária (PART) dos transportes públicos

Todas as Comunidades Intermunicipais, vêm aumentados os fatores de distribuição de verbas, à exceção das duas regiões do Baixo Alentejo e do Algarve, que o mantiveram. Assim, não usufruindo do aumento de verbas para a redução tarifária.

Em contraste, a Área Metropolitana de Lisboa é a única que vê baixar este critério em relação a 2020.

A atualização permite “uma distribuição das verbas mais adequada às reais necessidades das autoridades de transporte, especialmente nos casos em que se registam maiores volumes de deslocações pendulares inter-regionais“, de acordo com o despacho, avança o Postal.

Para o fator de distribuição das verbas do Programa de Apoio à Redução Tarifária (PART) têm sido tidos em conta a população que utiliza transportes públicos e a duração média dos movimentos pendulares em transportes públicos.

A estes indicadores, juntam-se os critérios de viagens inter-regionais e a percentagem de viagens inter-regionais no total das deslocações, além de um fator de complexidade.

Estes fatores incidem sobre a distribuição da verba de 138,6 milhões de euros, disponível através da consignação de receitas ao Fundo Ambiental, como previsto no Orçamento do Estado para 2021 (OE2021).

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Abril 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30