Imprimir esta página

Alentejo

Barragens alentejanas com menos 11.6% de água armazenada que o esperado

Regional 08 Jul. 2019

No último dia do mês de Junho de 2019 e comparativamente ao último dia do mês anterior verificou-se um aumento do volume armazenado em 1 bacia hidrográfica e uma descida em 11.

Das 59 albufeiras monitorizadas, 14 apresentam disponibilidades hídricas superiores a 80% do volume total e 10 têm disponibilidades inferiores a 40% do volume total.

No que concerne à bacia Hidrográfica do Guadiana encontra-se a 69.5% da sua capacidade total, menos 11,6 pontos percentuais abaixo da média esperada para o referido mês.

De acordo com os dados, esta bacia hidrográfica não tinha no final de abril nenhuma albufeira acima dos 80% de capacidade. No entanto a que mais percentagem de água armazenada apresentava era a Barragem de Alqueva (72.9%) da sua capacidade total, seguindo-se Enxoé que estava a 65.1% e Odeleite (56.2%).

Já as barragens abaixo dos 50% da sua capacidade de armazenamento são 6: Abrilongo (36.5%), Beliche (48.4%), Caia (24.7%), Lucefecit (29.2%), Monte Novo (39.6%) e Vigia (17.2%)

As barragens do Caia e Vigia continuam a ser as que apresentam o nível de armazenamento mais preocupante, situação que se vem arrastando há vários meses como pode ser comprovado nos dados Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos.