19 Out. 2021
Augusta Serrano
Ecos da Planura
09:00-11:00

Barragens

Barragens alentejanas recuperam níveis hídricos com chuvas de janeiro

Regional 03 Fev. 2021

As fortes chuvadas dos mês de janeiro permitiram uma recuperação acentuada dos níveis de água nas bacias hidrográficas do Alentejo, acabando mesmo com a situação de seca que se verificava há vários anos.

Em destaque está a bacia hidrográfica do Guadiana, onde a quantidade armazenada de água subiu 3,8% em janeiro, situando-se agora nos 67,9% da sua capacidade máxima. O maior contributo para esta subida foi dado pela albufeira do Alqueva que neste momento está a 69,4% da sua capacidade, mais 3,5% do que em dezembro. Destaque ainda para a barragem do Enxoé (Serpa), que está nesta altura nos 56,8% da sua capacidade máxima, mais 5,9% do que nos mês passado. Nesta bacia hidrográfica do Guadiana, referência também a albufeira da Barragem do Caia, situada entre os concelhos de Elvas, Campo Maior e Arronches, que neste momento está a 51,2% da capacidade máxima da barragem.

Já na bacia hidrográfica do Mira as disponibilidades hídricas são mais baixas, apesar da subida do último mês. A barragem de Santa Clara, em Odemira, os níveis de água armazenada subiram 0,3%, enquanto a albufeira de Corte Brique, também em Odemira, está agora a 38,9% da sua capacidade total, mais 1,5% do que no final de dezembro.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31