27 Jun. 2022
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00

Beja

Beja: Projeto "Medronho Bottle" distinguido com Menção Honrosa nos Prémio Empreendedorismo e Inovação CA

Regional 24 Fev. 2022

O Crédito Agrícola acaba de revelar os vencedores da 8ª edição do Prémio Empreendedorismo e Inovação CA, uma iniciativa reconhecida no mercado pelo forte contributo que aporta aos sectores agrícola, agro-alimentar e florestal nacional e que distingue projectos inovadores, com viabilidade económica e potencial de mercado, confiorme nota de imprensa enviada à nossa redação. 

Esta cerimónia, que decorreu no Lux Lisboa Park Hotel, e que contou com a participação de Simão Soares, Presidente da P-BIO – Associação Portuguesa de Bioindústria, e de Licínio Pina, Presidente do Grupo Crédito Agrícola, premiou, com mais de 27 mil euros (5 mil euros a cada projecto vencedor e 2.500 euros à menção honrosa), o que de melhor se faz em Portugal.

Menção Honrosa ao Jovem Empresário Rural foi atribuída ao projecto Medronho Bottle, um projeto de Ludovico Gago, natural de Beja, pelo desenvolvimento de um produto proveniente do medronho, resultando numa bebida suave, inovadora e de baixo teor alcoólico, com caraterísticas distintivas que não existem no mercado. Este projecto pretende, ainda, desenvolver quatro sabores distintos: Original (medronho), Laranja, Lima-Limão e Frutos vermelhos.                                                               

Na categoria Agro-indústria 4.0, o projecto galardoado foi o SpecTOM, que, através da utilização de inteligência artificial e técnicas de espetroscopia, desenvolveu uma solução, portátil e não invasiva, para visualizar as estruturas internas das plantas e quantificar a composição dos diferentes tecidos. Através desta quantificação, em tempo real, de metabolitos chave, torna-se possível efectuar diagnósticos bastante precisos sobre o estado e/ou evolução de doenças/lesões internas, bem como sobre a resposta aos tratamentos.

Em Biotecnologia e Bioeconomia, destaque para a conquista da InovPastel, pela criação de opções de pastelaria tradicional mais saudáveis e funcionais capazes de manter o sabor original, através da redução do teor de açúcar e gordura, e incorporação de ingredientes menos calóricos e mais saudáveis, tais como fibras dietéticas.

Agricultura Competitiva e Sustentável foi a grande vencedora na categoria Produtores Inovadores. É umaQuinta totalmente sustentável que aposta na eficiência energética, agricultura de Precisão, com tratores autoguiados, gestão da irrigação, sensores, satélites, drones e digitalização de todos os processos, com benefícios económicos e ambientais. Aposta, também, na substituição de factores de produção, de origem sintética, para orgânica e, por fim, investe na promoção da biodiversidade, com técnicas de conservação do solo, como a sementeira direta da fauna, com a criação de zonas de refúgio para abelhas e outros animais.

Na categoria Projecto de Elevado Potencial promovido por Associado Crédito Agrícola, destaque para a NaturALL, que desenvolveu um desinfectante inteligente combinando princípios de nanotecnologia, matéria-prima florestal e economia circular. O objectivo passou por utilizar compostos extraídos maioritariamente da floresta endémica portuguesa como a bolota para o desenvolvimento de uma alternativa natural aos produtos sintéticos, mas também segura, não-tóxica, ecológica, biodegradável e sustentável.

O projecto Amêndoas com identidade, distinguido na categoria Inovação em parceria, apresentou uma ideia inovadora, que, através da tecnologia Blockchain, possibilitará aos consumidores das amêndoas Veracruz acompanhar o trajecto dos alimentos de forma 100% automatizada e em tempo real através das etiquetas de rastreabilidade QR Code. Através desta solução, a Veracruz será a primeira empresa produtora de amêndoas, a nível mundial, a ter o seu produto rastreável. 

Por sua vez, a Smart Trap recebeu, através do programa Born From Knowledge (BfK), da Agência Nacional de Inovação, o troféu “Árvore do Conhecimento”. A Smart Trap destacou-se pela apresentação de uma armadilha inteligente que permite a monitorização remota do insecto vector da Flavescência Dourada (Scaphoideus titanus Bal.), que é 5-10 vezes mais pequeno que outros insectos já detectados por armadilhas. O insecto é capturado numa fita cromática e a identificação é feita por um sistema de captura de imagem que possibilita a transmissão sem fios periódica e o seu arquivo.

“É com enorme satisfação que a Agência Nacional de Inovação (ANI) se associa, pela sexta vez a esta iniciativa. Nesta edição premiámos uma armadilha inovadora que permite monitorizar remotamente insetos 5-10 vezes mais pequenos que outros insetos já detetados por armadilhas. À excelência tecnológica, acresce o seu potencial impacto ambiental, social e económico, que nunca devem ser desligados das atividades de I&D”,sublinha João Borga, administrador da ANI.

Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola é organizado pelo Crédito Agrícola em parceria com a P-BIO - Associação Portuguesa de Bioindústria e conta com o apoio institucional do Ministério da Agricultura, em articulação com a Rede Rural Nacional e com a Agência Nacional de Inovação.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Junho 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30