Bencatel: Festas em Honra de Santa Ana já têm programa definido (c/som)

Regional 20 Jul. 2016

Entre os dias 29 de julho e 1 de agosto a localidade de Bencatel, no concelho de Vila Viçosa volta a receber as Festas em Honra de Santa Ana.

São quatro dias de muita animação com um programa preenchido com atividades desportivas, Eucaristia e Procissão, concertos musicais, arraial e as tradicionais garraiadas.

Durante o programa Boletim Informativo na Rádio Campanário, a vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Vila Viçosa, Ana Rocha, avançou que o programa já está fechado, contando como cabeça de cartaz a artista da música ligeira portuguesa, Bruna.

Ana Rocha começa por referir que a verba a atribuir à organização das festas consta no orçamento, “é uma determinada verba que será para aplicar às festas de verão nas freguesias e com essa verba, depois de negociar, neste caso a Comissão de Festas, o caso de Pardais, com a Junta de Freguesia, e o caso de São Romão com a associação responsável pelas festas, é sempre feita uma análise das despesas previstas e depois chegamos a acordo e há uma parte que a câmara paga, há outra parte que é paga pela Comissão de Festas”.

A vereadora avançou a esta Estação Emissora que o primeiro dia, 29 de julho, do programa das Festas em Honra de Santa Ana em Bencatel, é preenchido com “o baile com o Duo Hangar 7, no dia 30 de julho vamos ter o espetáculo com a Bruna, seguido de baile com o Duo Art Music, no dia 31 de julho temos o espetáculo com os Trovadores de Redondo, seguido de baile com o João lérias, organista e vocalista, e no dia 1 de agosto, que é o último dia de festas, o baile com o organista e também cantor, Jorge Gomes”.

Ana Rocha refere que relativamente à participação da câmara nestas festas, o que foi contratado foi “a iluminação assim como os artistas de sábado e domingo, o som, a luz, e todo o equipamento necessário, e ficou a cargo da Comissão de festas, o fogo-de-artifício, que este ano decidiram apostar nessa vertente, e para além disso, o pagamento dos dois bailes que vão ser feitos na sexta-feira e segunda-feira de festas”.

Instada sobre ser notório o cariz tradicional e popular das festas, a autarca admite que, de ano para ano, existe a dificuldade em “arranjar um cartaz com alguma qualidade e com um investimento que não ultrapasse o que está orçamentado. Posso dizer que tanto no caso de São Romão como Pardais e Bencatel, a verba teve que ser reforçada, porque como a verba constante em orçamento, era de 5 mil euros, não conseguimos de forma nenhuma organizar um cartar com alguma qualidade”, acrescentando que “cada vez mais, os artistas de renome e este tipo de espetáculo, os custos são cada vez maiores”.

Salienta que “nas festas de verão pressupõe-se que sejam festas tradicionais, populares, e quando se muda esse conceito, nem sempre é bem aceite e temos a experiencia de São Romão, que a festa é realizada por uma associação jovem, e nem sempre tem a componente de popular e tradicional e depois gera alguma controvérsia relativamente à população da freguesia (…) este cariz popular e tradicional é de facto aquilo que as pessoas apreciam (…) e quando assim é, não faz sentido contratar” de outra forma.

        

 

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Julho 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31